Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

MURAL > CURSO ACNUR

O jornalismo e a proteção internacional de refugiados

28/08/2012 na edição 709

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo e o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) no Brasil promovem, em setembro, a 1ª Oficina Paulista de Jornalismo sobre Proteção Internacional de Refugiados. O curso será realizado no dia 17 de setembro, das 9hs às 14hs, no auditório Franco Montoro da Secretaria da Justiça (Pátio do Colégio, 184). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo email rayai@sp.gov.br até 14 de setembro (veja programação e ficha de inscrição).

A oficina reunirá especialistas no tema do refúgio e da proteção internacional, contando também com a participação de dois refugiados que vivem no Brasil. Serão esclarecidos aspectos técnicos sobre refúgio, apatridia e deslocamento interno, além de especificidades da cobertura jornalística sobre o tema.

Andrés Ramirez, representante do ACNUR no Brasil, e Eloisa de Sousa Arruda, secretária da Justiça e presidente do Comitê Estadual para Refugiados, abordarão a situação dos refugiados no cenário mundial, brasileiro e em São Paulo. A Secretaria da Justiça apresentará suas políticas públicas para atender as demandas desta população no Estado. “Vamos oferecer uma capacitação de alto nível para contribuir com o trabalho da imprensa dentro e fora das redações, oferecendo subsídios para o entendimento amplo de questões contemporâneas fundamentais”, explica Andrés Ramirez, representante do ACNUR no Brasil.

Para a secretária da Justiça, Eloisa Arruda, o curso “vem no contexto do aumento do número de pedidos de refúgio no Brasil, o que torna o tema de especial relevância para os profissionais da área de comunicação”.

São Paulo no foco

Com o curso, a Justiça de São Paulo chama a atenção para um fenômeno que vem crescendo no Estado. A média de solicitantes de refúgio quase quintuplicou de 2010 para 2012, conforme dados da Cáritas Arquidiocesana, organização não governamental que recepciona estrangeiros em busca de proteção internacional.

Atualmente, cerca de 30% da população refugiada e solicitante de refúgio no Brasil encontra-se em São Paulo, sob atendimento da Cáritas Arquidiocesana de São Paulo (na capital) e do Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH, no interior). O Estado recebe solicitantes de refúgio da África, Ásia, Oriente Médio e América Latina.

No Brasil, o Comitê Nacional para Refugiados (CONARE) registra cerca de 4.600 refugiados, de mais de 70 nacionalidades diferentes.

Serviço

1ª Oficina Paulista de Jornalismo sobre Proteção Internacional de Refugiados

Inscrições: até 14 de setembro

>> Envio da ficha de inscrição para rayai@sp.gov.br

>> Data do curso: 17 de setembro (segunda-feira), das 9hs às 14hs

>> Local: Auditório da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania

>> Endereço: Pátio do Colégio, 184 – São Paulo/SP

Mais informações

Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo
Assessoria de Comunicação
Fonte: (11) 3291-2612/2613/2614
e-mail: amirabili@sp.gov.br
ACNUR Brasil
Assessoria de Comunicação
Fone: (61) 3044.5744 e Fax: (61) 3044.5705
e-mail: informacao@unhcr.org

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem