Domingo, 16 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

NETBANCA >

Lista de jornalistas assassinados no mundo desde 1997

04/03/2014 na edição 788

Uma lista constantemente atualizada com os nomes de jornalistas assassinados nos últimos anos pode parecer assunto um tanto mórbido, mas um detalhe tira o teor singularmente fúnebre da relação levantada pelo International Press Institute: todos os jornalistas apresentados perderam a vida exatamente por serem jornalistas (foram mortos ou exercendo a profissão ou porque estavam envolvidos em reportagens investigativas).

Conhecer o histórico do assassinato de jornalistas em exercício também ajuda a compreender o contexto histórico e os acontecimentos mais importantes de determinada época. Em 2012, por exemplo, 133 jornalistas perderam a vida enquanto estavam na ativa. Destes, 39 estavam cobrindo os conflitos na Síria.

A lista relata casos desde 1997 e cada nome de profissional da imprensa está atrelado a um link, o qual leva a um breve histórico relatando seus feitos e o momento de seu assassinato.

A relação já inclui casos de 2014 – e conta com dois brasileiros: o editor Pedro Palma e o cinegrafista, Santiago Andrade, cuja morte incitou uma série de investigações sobre a relação entre os Black Blocks e partidos políticos em nosso país.

Leia também

Jornalistas assassinados em todo o mundo desde 1997

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem