Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

OBSERVATóRIO DA PROPAGANDA > CAMPANHA MALUCA

Chá gelado com choque elétrico

Por Marinilda Carvalho em 04/10/2005 na edição 349

Que agências de publicidade em crise de criatividade proponham, em desespero, campanhas malucas ainda se entende. Mas como pode um cliente em pleno uso das faculdades mentais aprovar um anúncio à base de choques elétricos? Pode. Esses clientes tresloucados são a Coca-Cola e a Nestlé, multinacionais nada temerárias em matéria de publicidade. O produto é o Nestea, chá gelado em lata. A propaganda mostra ratos ‘humanos’ em ‘teste de laboratório’ levando ‘descargas elétricas’.

Aparentemente (sabe-se lá…), o anúncio propõe uma remissão aos testes de Pavlov, mas o que lembra mesmo é tortura.

Não se trata aqui de cobrança do politicamente correto, essa coisa boba que irrita cada vez mais nossos estressados ‘criativos’ da publicidade. A questão é de bom gosto, bom senso, bom tudo. Anúncio deve lembrar tortura em prisão ou tratamento em manicômio? Os doutos criativos jamais suporiam que o prazer do Nestea supere o medo de uma descarga elétrica na percepção do público, pois não?

Os clientes tresloucados podem ter certeza: um desagradável arrepio percorrerá o apreciador dessa bebida antes de tomá-la. Se pensar duas vezes, não a tomará mais.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem