Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

A MÍDIA E O PLEBISCITO SOBRE O PARÁ

A divisão do Pará em segundo plano

Por Alberto Dines em 06/12/2011 | Programa número 622 | comentários

Bem-vindos ao Observatório da Imprensa.

Belém continuará sendo a capital do estado do Pará, mas, dependendo do resultado do plebiscito de 11 de dezembro, o antigo Grão-Pará poderá encolher com a criação dos estados de Tapajós e Carajás.

Não cabe discutir se o separatismo ajuda ou prejudica a gestão, a questão está no próprio plebiscito que deveria ser estendido a todos os brasileiros – que, afinal, pagarão a conta durante os próximos anos – e não ficar restrito apenas aos paraenses.

O Tribunal Superior Eleitoral esqueceu o contribuinte das demais regiões. Errou. A grande imprensa, tão aguerrida no combate ao desperdício de gastos, esqueceu que é uma instituição nacional.

Todos os comentários

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 815 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem