Domingo, 17 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

JORNALISMO INVESTIGATIVO * EDITORIAS INTERNACIONAIS E LOCAIS

CPI do Judiciário

Por Alberto Dines em 30/03/1999 | Programa número 048 | comentários

A imprensa já foi chamada de quarto poder, hoje há quem diga que o quarto poder pertence ao Ministério Público.

Qualquer que seja a sua colocação na hierarquia institucional é importante registrar que a imprensa é um poder encarregado de fiscalizar os demais. Para preservar o equilíbrio institucional.


E, no entanto, a imprensa está acompanhando com certa frieza uma ameaça que paira sobre um dos poderes sem dar-se conta dos perigos que isso representa para ela e para o próprio regime. Quaisquer que sejam as justificativas, esta CPI do Judiciário representa um perigo institucional.


A imprensa certamente reclamaria se alguém tivesse a idéia de fazer uma CPI sobre a imprensa. Uma coisa é promover a reforma do Judiciário, outra é colocar o Senado como juiz dos juízes.


O que está faltando dizer é que se há descalabros no Judiciário eles não apareceram e, por isso, se multiplicaram justamente porque a imprensa trata os juízes com uma deferência que não tem com membros do Executivo ou do Legislativo.


Nesta discussão sobre a CPI do Judiciário a imprensa tem duas culpas: não cobriu o que deveria ter coberto e agora está cobrindo como se isso não a afetasse. Voltaremos ao assunto.


Assista ao compacto desse programa em:
www.tvebrasil.com.br/observatorio/videos.htm

Todos os comentários

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 815 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem