Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

A IMPRENSA E OS DEFICIENTES AUDITIVOS E VISUAIS

Inclusão

Por Alberto Dines em 24/07/2001 | Programa número 161 | comentários

Bem-vindos ao Observatório da Imprensa.

Esta janela que está aparecendo em seu monitor é a janela da solidariedade. Você pode chama-la de janela da fraternidade. Não importa o nome, importa o que significa. Nesta janela uma intérprete está utilizando o sistema libras, linguagem brasileira de sinais, para levar minhas palavras aos deficientes auditivos.


E por que isto? Porque a edição de hoje vai tratar de um assunto que interessa muito não apenas aos deficientes mas a todos os brasileiros porque todos somos deficientes, de uma forma ou de outra. Na realidade, e isto é muito importante enfatizar, somos todos iguais e porque somos essencialmente semelhantes a partir da mesma condição humana temos que diminuir e neutralizar eventuais diferenças funcionais.


Vamos discutir hoje a necessidade de estender os benefícios da comunicação de massa a todos os cidadãos brasileiros inclusive os quase quatro milhões prejudicados por dificuldades de audição e visão.


É preciso reconhecer que alguma coisa está sendo tentada na televisão e que algo está sendo oferecido sob a forma sonora e em braille. Mas é pouco. não podemos descansar enquanto subsistir o conceito da deficiência e da diferença. E este conceito só pode ser erradicado quando a sociedade brasileira assumir que deve oferecer as mesmas oportunidades a todos.


A exclusão sobre a qual tanto se fala não pode confinar-se apenas ao âmbito econômico. Há uma outra exclusão, social, talvez mais fácil de superar que é a exclusão a que são submetidos os portadores de deficiências. São 16 milhões, cerca de 10% da nossa população.


Esta edição do Observatório pretende funcionar como desafio e conclamação. Lembrete para a distância do que falta fazer e não apenas através da ação governamental. Este é um projeto que envolve todos. Há atitudes que precisam ser mudadas em todas as esferas.


A janela que estamos abrindo em algumas partes deste programa é apenas uma experiência, tentativa de lembrar que a questão dos deficientes vai muito além da emoção e dos bons sentimentos. Envolve a disposição de enfrentar preconceitos e acabar com a discriminação. A janela ao lado diz respeito à justiça e aos direitos humanos.


Assista ao compacto desse programa em:
www.tvebrasil.com.br/observatorio/videos.htm

Todos os comentários

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 815 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem