Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

CATÁSTROFES NATURAIS E MÍDIA

O jornalismo diante das tragédias

Por Alberto Dines em 09/03/2010 | Programa número 536 | comentários

Bem-vindos ao Observatório da Imprensa.

Uma nova questão está sendo discutida nas redações brasileiras e a mensageira foi a natureza. Ou melhor: as calamidades ditas naturais. A sucessão de dilúvios e terremotos obriga os jornalistas a encararem uma questão crucial: o público não fica cansado de tanto horror? A solidariedade é capaz de resistir à exposição contínua?

Repórteres que fazem o trabalho de campo são geralmente os mais sensíveis. Comovidos com o que vêem gostariam de comover os leitores, ouvintes ou telespectadores. Já os editores querem movimento e o marketing tem obsessão por novidades.

Mas o que quer o público, o que se espera de um veículo jornalístico – espetáculo ou humanidade, show ou realidade, circo ou compaixão?

Este debate já foi bizantino, acadêmico, remoto. Agora ficou atual. Para sempre.

Todos os comentários

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 815 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem