Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

ELEIÇÕES AMERICANAS 2012

Programa analisa a cobertura da imprensa na campanha presidencial americana

Por Alberto Dines em 25/09/2012 | Programa número 658 | comentários

Bem-vindos ao Observatório da Imprensa.

As eleições presidenciais americanas sempre despertam grande interesse nos quatro cantos do mundo pela intensa exposição da mídia.

Desde 2008, com a candidatura de Barack Obama, o pleito americano internacionalizou-se, não porque fosse negro, mas porque sua candidatura incorporou com naturalidade as propostas da agenda global de aspirações e a ansiedade por mudanças.

A nova candidatura, em plena crise econômica mundial, reforçou sua imagem renovadora: Obama consegue ser pós-racial, pós-religioso e pós-ideológico no exato momento em que o mundo dá sinais de cansaço, com a longa história de conflitos raciais, religiosos e ideológicos.

O resultado desta empatia universal ficou registrado numa sondagem no mundo divulgada na semana passada: 81% dos consultados votariam em Obama e apenas 19% escolheriam Romney. Israel e Paquistão são os países que preferem o republicano. Na Alemanha, Obama foi escolhido por 97% dos entrevistados.

No Brasil, 93% dos ouvidos votariam em Obama, embora grande parte dos colunistas de Política e Economia da mídia brasileira torçam o nariz para as iniciativas que reforçam o papel do Estado.

O que nos leva à questão central desta edição: a mídia brasileira está conseguindo oferecer ao seu leitorado o que, de fato, acontece no âmago do eleitorado americano?

Todos os comentários

Programas Anteriores

1 2 3 4 5 última

1 de 815 programas exibidos

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem