Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > BIOGRAFIAS II

Delfinar

Por Mauro Malin em 05/09/1996 na edição 5

Delfinar Delfim Netto, desafio para biógrafos, segundo Alberto Dines (ver "Quem se habilita a biografar Delfim Netto?", (Observatório da Imprensa, edição de 20 de agosto), foi recebido no programa de Jô Soares sem condescendência. Só saiu da defensiva em que foi colocado por um Jô cordial e bem-humorado quando partiu para o ataque contra Sérgio Motta.

Delfim adora maldade. Fez fofoca a respeito da passagem de Sérgio Motta pela Companhia de Álcool Brasileira, no governo do general Figueiredo, e um ataque gravíssimo contra o ministro das Comunicações, a quem acusou, sob o rótulo do neologismo "mottar" (tentativa de revide a "malufar"), de ter plantado uma notícia sobre aumento de tarifas para promover a subida de ações em Bolsa.

Jô Soares também lançou neologismo: "delfinar". O ex-ministro todo-poderoso da ditadura traduziu sonsamente: "delfinar" seria "trabalhar".

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem