Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

PRIMEIRAS EDIçõES > JORNALISMO & PUBLICIDADE

A determinação da notícia

Por lgarcia em 12/08/2003 na edição 237

JORNALISMO & PUBLICIDADE

O jornalismo na era da publicidade, de Leandro Marshall, 180 pp, Summus Editorial, São Paulo, 2003


[do release da editora]

Em O Jornalismo na Era da Publicidade, o jornalista Leandro Marshall analisa a influência da publicidade sobre os meios de comunicação. Para isso, o autor realizou uma pesquisa bibliográfica nas principais obras clássicas e contemporâneas relacionadas ao jornalismo e abordou as formas de submissão das empresas jornalísticas às regras do mercado, presentes não apenas nas páginas dos jornais, como também na essência da notícia e na linha editorial do jornal.

De acordo com Leandro, repórteres e editores passaram a se autocensurar e a produzir apenas reportagens que rendam audiência, tiragem e lucro, objetivo que minimiza a obediência aos manuais de jornalismo e impõe a lógica do mercado como princípio ao que deve ser publicado. O autor exemplifica uma série de fatos em que jornalistas criam, forjam e manipulam acontecimentos, visando o marketing.

Esse tipo de prática pode ser inserido em 25 formas disfarçadas de publicidade dentro do jornalismo, mapeadas no livro.

O autor também comenta o chamado "jornalismo cor-de-rosa", preparado para não desagradar ninguém, seja leitor, usuário, consumidor, cliente, dono ou anunciante: páginas supercoloridas, infográficos, layouts e designs mais arrojados, aumento da cobertura de esportes, notícias de comportamento, moda e previsão do tempo. Neste modelo, o jornalismo vive em um regime em que a regra é estabelecer elementos que atraiam compradores e investidores e mantenham, assim, a saúde financeira da empresa.

A obra é dividida em cinco capítulos. Além de alertar para a falta de questionamento e aprofundamento nos fatos, Jornalismo na era da publicidade narra a história do jornalismo e mostra as modificações sofridas ao longo de quase trezentos anos de imprensa, até chegar à realidade do jornalismo atual, na ótica da Escola de Frankfurt e dos pensadores mais contemporâneos, como Haug, Marcondes Filho, Albertos, Baudrillard, entre outros.

Trata-se de uma denúncia corajosa do processo de erosão sofrido pelas esferas da comunicação e da cultura.

O autor

Leandro Marshall é natural de Santa Maria, RS, tem 36 anos e atua há 15 anos em jornalismo no Rio Grande do Sul. Graduou-se em Jornalismo em 1986, na Universidade Federal de Santa Maria, fez curso de especialização em Comunicação Social na Universidade de Passo Fundo em 1996 e concluiu mestrado na Universidade de Metodista de São Paulo, em 2000. Foi jornalista da RBS TV e do jornal Correio do Povo, além de assessor de imprensa, em Porto Alegre. Conquistou o primeiro lugar no Prêmio da Associação Riograndense de Imprensa ( ARI ) em 1991, por reportagem desenvolvida no jornal Correio do Povo. Atualmente, é professor de Sociologia da Comunicação e Teoria da Comunicação na Universidade Estadual de Ponta Grossa, no Paraná e cursa doutorado na PUC/RS desde 2002. Desenvolve pesquisas nas áreas da estética, da comunicação e da cibercultura. Tem participado dos principais congressos e eventos acadêmicos da comunicação no Brasil e no Rio Grande do Sul.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem