Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > SÃO PAULO, 450 ANOS

A festa e o estrago

Por lgarcia em 27/01/2004 na edição 261

SÃO PAULO, 450 ANOS

Carlos Brickmann (*)

Rita Lee que nos perdoe, mas a festa de São Paulo é linda. Só não é perfeita (mas quem é perfeito?) por alguns detalhes ? por exemplo, não é preciso paralisar a cidade para festejar seu aniversário. Não é preciso destruir calçadas, gastando inutilmente o dinheiro público, para erguer palanques que poderiam estar em outros lugares. E não seria preciso ficar reclamando uns com os outros porque a imprensa ignora esses detalhes.

Uma imensa fonte, belíssima, faz parte agora do lago do Parque Ibirapuera. Quando jorra a água, forma uma parede que permite projeções ? até um filme pode passar ali. E, nos testes, dá para ver o bonito arco-íris em volta de cada um dos jatos.

Para inaugurar a fonte (projeto e construção pagos pelo Grupo Pão de Açúcar), ergueu-se na avenida Pedro Álvares Cabral, em frente, um enorme palanque, para conforto das autoridades (como diriam os jornais de antigamente, "civis, militares e eclesiásticas"). Para não atrapalhar a visão de Suas Excelências, o trânsito na avenida foi interditado.

Qual é o custo da interrupção do trânsito? Qual é o custo de destruir uma calçada para cravar-lhe um palanque, e depois reconstruí-la?

Este colunista não tem a menor idéia: nenhum veículo de comunicação se deu ao trabalho de informá-lo.

A propósito, a fonte é belíssima, tem fantásticos recursos de multimídia, é ultra-high-tech. Mas que é que será projetado nela, no dia-a-dia, passada a euforia da inauguração?

Este colunista também não sabe. E o motivo é o mesmo: onde é que iria ler, ver ou escutar, se a imprensa não cuidou do assunto?

(*) Jornalista; e-mail <carlos@brickmann.com.br>

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem