Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > MERCADO DE REVISTAS

A pior crise da história

Por lgarcia em 29/08/2001 na edição 136

MERCADO DE REVISTAS

A avaliação semestral de circulação de revistas americanas, realizada pela Audit Bureau of Circulations, indicou que a indústria segue as tendências dos últimos anos: estáaacute; em franca queda de circulação e atingiu sua demanda mais fraca de venda em bancas. Das 200 revistas incluídas na pesquisa, 76 apresentaram queda na média da circulação nos primeiros seis meses deste ano, em comparação com o mesmo período no ano passado. Apenas Good Housekeeping, da Hearst, aumentou sua circulação ? e, ainda assim, em apenas 0,6%.

O pior desempenho, de acordo com Jon Fine [Advertising Age, 20/8/01], ficou por conta de TV Guide, que caiu 13,1%. Outra revista fortemente afetada pela queda de circulação foi a Teen, da Emap USA ? que será adquirida pela Primedia ?, cuja venda caiu 10,8%. O mercado de revistas para adolescentes cresceu nos últimos tempos, acirrando a concorrência e motivando a queda observada em outras revistas dessa categoria.

As mais novas revistas femininas apresentaram desempenho impressionante. Títulos como In Style, Martha Stewart Living e O, The Oprah Magazine ? que chegou a 2,8 milhões de exemplares em apenas 13 meses de vida ? destacaram-se na avaliação.

A conceituada revista Industry Standard, "a melhor que já existiu sobre internet", na opinião de Sérgio Dávila [Folha de S.Paulo, 21/8/01], está suspendendo sua edição impressa e planejando decretar falência. A revista deve recorrer à legislação para proteger seus bens do decreto de falência e despedir seus 180 funcionários, mas pretende manter o sítio na internet.

A decisão é resultado da queda profunda no setor de tecnologia, que gerou demissões em massa e reduções drásticas. Com poucos compradores no mercado, as companhias reduziram seu orçamento publicitário, o que atingiu severamente as revistas do ramo.

Após faturar US$ 140 milhões no ano passado, a Industry Standard deve ficar em apenas US$ 40 milhões neste ano, uma queda de 70%. As informações são de Michael Liedtke [The Associated Press, 17/8/01].

Enquanto as revistas de tecnologia desaparecem com as companhia pontocom que elas cobriam, a CMP Media anuncia o lançamento de uma nova publicação. Optimize, revista mensal a ser lançada em novembro, será distribuída gratuitamente a altos executivos de tecnologia da informação, assim como InformationWeek, revista semanal da mesma editora.

Com tiragem inicial de 70 mil cópias, a revista esperar preencher um nicho de administradores de tecnologia da informação que "cada vez mais precisam entender os princípios do negócio", diz o publisher Michael Friedenberg.

Com o declínio do faturamento publicitário do setor, a Optimize deve enfrentar um mercado difícil. Friedenberg, no entanto, está otimista: para ele, a revista vai "satisfazer uma necessidade editorial, então os anúncios virão naturalmente".

    
    
              

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem