Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Adeus à francesa

Por lgarcia em 20/06/2001 na edição 126

TELETIPO

A Vivendi Universal, conglomerado de mídia com sede em Paris, eliminará 6% dos funcionários ? cerca de 200 ? do Canal Plus, canal pago que tem causado grandes prejuízos. Segundo Jo Johnson [Financial Times, 14/6/01], a medida acompanha os esforços da empresa em encontrar parceiros para suas operações internacionais, que têm dificultado o alcance das metas financeiras estipuladas em 2000. A habilidade do canal para fechar fusões que o tirem do vermelho depende também das objeções legais que impedem que uma única companhia de TV paga domine o mercado nacional.

A organização Repórteres Sem Fronteiras (ESF) ? que monitora atrocidades contra jornalistas e ameaças à liberdade de imprensa ? denunciou na sexta-feira o governo cubano por prender Jose Orlando Gonzalez Bridon, que publicou artigos num site estrangeiro criticando o presidente Fidel Castro. Segundo a organização, ele foi condenado a dois anos de prisão, acusado de "espalhar mentiras" sobre o Estado cubano. O grupo pediu ao ministro da Justiça do país a libertação de Bridon, líder da entidade de oposição Confederação dos Trabalhadores Democratas Cubanos. Segundo a Reuters [15/6/01], os artigos acusavam autoridades de envolvimento na morte de um integrante do partido. RSF disse que ninguém em Cuba teve acesso ao site <www.cubafreepress.org>, administrado por dissidentes cubanos na Flórida, EUA.

Ted Turner está formando uma companhia independente para produzir documentários e filmes comerciais, informou a Associated Press [15/6/01]. O novo empreendimento, Ted Turner Pictures, permitirá que o magnata americano faça filmes a seu gosto: segundo Robert Wussler, executivo-chefe da empresa, preservação histórica, proteção do planeta e melhoria das qualidades de vida serão os temas principais. A AOL Time Warner, que agora é proprietária da Turner Broadcasting ? império a cabo construído por Turner ? está fora do negócio. Turner ainda é vice-presidente da empresa, mas na prática seu papel diminuiu desde a fusão AOL/Time Warner, no início do ano.

    
    
                     

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem