Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Ataques contra a imprensa na Caxemira

Por lgarcia em 07/05/2003 na edição 223

TELETIPO

Em 26 de abril, um carro cheio de explosivos foi detonado num complexo de edifícios do governo indiano que abriga os escritórios da Doordarshan Television e da Rádio Kashmir, na região da Caxemira. Os agressores tentaram entrar no local, mas foram impedidos por seguranças; no tiroteio, foram mortos três assaltantes e dois policiais. Um grupo pouco conhecido, chamado Al-Madina Regiment, assumiu a autoria do ataque. Segundo o Comitê de Proteção aos Jornalistas [28/4/03], militantes separatistas já atacaram as duas emissoras estatais antes, vistas como porta-vozes do governo da Índia. O diretor da Doordarshan, Lassa Kaul, foi assassinado em fevereiro de 1990.

O governo chinês, através da agência de notícias Xinhua, vai criar um serviço de notícias financeiras chamado World Business News em parceria com a CBS Marketwatch ? controlada pela Viacom e pela Pearson, dona do Financial Times ? e a AFX (divisão da Agence France-Presse). Chris Tryhorn [The Guardian, 29/4/03] revela que o lançamento deve preocupar a Reuters, que já perdeu a liderança para a Bloomberg; juntas, as duas agências detêm 80% do mercado de notícias financeiras.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem