Domingo, 19 de Maio de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1037
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

BBC não quer ouvir mais críticas

Por lgarcia em 11/11/2003 na edição 250

JORNALISMO & ENTRETENIMENTO

Os jornalistas da BBC se juntaram à crítica de Nick Higham, ex-correspondente de mídia e arte da corporação, de que há muita reportagem "insignificante e trivial" sobre entretenimento e esportes em boletins de notícia.

Higham revelou que funcionários da elite administrativa da BBC pediram que ele ficasse quieto em relação ao assunto, mas isso não o impediu de lançar novo ataque ao "pacto faustiano" entre organizações noticiosas e relações públicas do entretenimento. Segundo Ciar Byrne [The Guardian, 3/11/03], Higham disse ter sido notificado "pela Administração de que, quanto a esse assunto, um período de silêncio seria bem vindo".

"Concordo com o que diz Nick Higham… de que os boletins de notícia incluem muita notícia de celebridades e entretenimento", disse Jim Anderson, da BBC Sport, em carta à revista Ariel, da corporação. Apesar de trabalhar para o braço esportivo da BBC, Anderson disse que esportes não deveriam ser tão aprofundados e substituir notícias propriamente ditas.

Publicitários do entretenimento controlam acesso a celebridades e eventos, obrigam organizações noticiosas a usarem imagens que não suas próprias e proíbem jornalistas de fazer "perguntas duras", segundo Higham. "Em nenhuma outra área de cobertura aceitaríamos restrições desse naipe. Imagine a reação se um partido político tentasse o mesmo", afirmou, alertando para o risco de os noticiários se converterem em "uma atividade puramente complacente e comercial".

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem