Terça-feira, 19 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

PRIMEIRAS EDIçõES >

CADERNO DA CIDADANIA TV paga: descaso e cartelização

Por Alberto Dines em 20/11/1997 na edição 34

As concessões para a exploração da TV dirigida no Brasil deveriam representar um avanço em matéria de qualidade e respeito ao telespectador. Dos quase 100 canais oferecidos pelo sistema Net e pela TVA, sobram 10 ou 12 onde, a qualquer hora e qualquer dia, pode-se encontrar uma programação adulta e civilizada.

Quanto ao respeito pelos direitos do consumidor, imaginava-se que, sendo um serviço pago, dirigido às camadas com maior poder aquisitivo, atenderia aos requisitos mínimos de atendimento aos direitos do consumidor.

A Net (e seus concessionários) deram a partida na avacalhação tentando dar um golpe sujo (veja abaixo): transferir para um novo serviço (pago à parte), pelo menos dois canais jornalísticos de grande aceitação – a CNN (em inglês) e a BBC. Este, não tão popular mas de alto nível (como só os ingleses sabem fazer). Não contavam com a pronta reação dos clientes que dispõem de um site, imediatamente acionado para defender os interessados.

A página “Eu Odeio a Net Rio” (ver abaixo) nasceu depois que o Jornal do Brasil, em setembro, informou que os novos canais seriam pagos, e que isto incluía a CNN. Telespectadores entraram em pé de guerra.

O Estadão também noticiou protestos em São Paulo e no Rio. A Folha, apesar do alardeado jornalismo crítico, tem interesses políticos e econômicos coincidentes com os do grupo Abril.

E por que se cala a TVA diante da jogada da Net? Não seria o caso de acionar a Veja e, através dela, botar a boca no trombone? Simplesmente porque depois de alguns arrufos iniciais, os dois grandes grupos que exploram a TV paga encontraram razões para estabelecer um modus vivendi e uma política de não-beligerância.

Mas a TVA também tem culpa no cartório: suprimiu sem avisar o canal Superstation e a CBS. Os assinantes estrilaram, mas sem eco – só o Estadão acompanha o assunto.

Em outras palavras: cartel. Estabeleceram um tratado de Tordesilhas para dividir o mercado e desapareceu a chiadeira.

Não contavam com a cidadania organizada. A Net teve que voltar atrás quanto à CNN. Mas a BBC ficou no pacote novo.

Dane-se o direito à informação. Não foi previsto no código.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem