Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

PRIMEIRAS EDIçõES > CASAMENTO GAY

Cardeal critica manchete sobre o Vaticano

Por lgarcia em 12/08/2003 na edição 237

CASAMENTO GAY

O cardeal Francis George denunciou, no dia 3/8, uma manchete publicada em 1o/8 na capa do Chicago Sun-Times, sobre a oposição do Vaticano a casamento entre indivíduos do mesmo sexo, chamando-a de um exemplo do crescimento da postura anticatólica.

De acordo com Jim Ritter [Chicago Sun-Times, 4/8/03], George implicou apenas com o título, não se incomodando com a reportagem em si, que descrevia a declaração do Vaticano como um estímulo a católicos e não-católicos para se unirem em campanha contra casamentos e adoções gays.

A chamada de capa dizia: "Papa lança campanha global contra gays", e, na linha fina: "Vaticano: líderes católicos têm ?dever moral? de se opor a direitos homossexuais."

O papa João Paulo II "não fez isso", disse George. Em uma coletiva de imprensa, afirmou que "um grande diário achou que poderia falar uma mentira sobre o papa na primeira página."

Michael Cooke, editor-chefe do Sun-Times, e o vice-presidente editorial John Cruickshank, disseram em comunicado oficial que a manchete "reflete com precisão a visão da igreja sobre casamento homossexual e o papel que a igreja requer de políticos católicos sobre a questão."

"Quando o papa pede para todos os povos se unirem pela rejeição de um direito civil específico a homossexuais, é justo dizer que se trata de uma postura antigay", disseram os editores. "Como um jornal, achamos importante publicar um artigo proeminente sobre as visões da igreja sobre esse assunto polêmico e importante."

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem