Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1033
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

Comunique-se

Por lgarcia em 05/03/2003 na edição 214

DINES vs. ACM

“Dines contra ACM por declarações racistas”, copyright Comunique-se (www.comunique-se.com.br), 27/02/03

“O jornalista Alberto Dines, editor-responsável pelo Observatório da Imprensa, está movendo uma ação contra o senador Antônio Carlos Magalhães, baseando-se em dois pontos: atentado à Constituição Federal e calúnia. Essa é a primeira ação em que Dines é o autor. O motivo que o levou a procurar a Justiça foi uma carta de ACM, publicada na Seção de Cartas do Jornal do Brasil. O político decidiu responder o artigo de Dines intitulado ?A fome, o gargalo de Sarney e o medo de ACM?, em que o jornalista apontava os ?coronéis? da política brasileira, mencionando o senador. ?Ele (ACM) assumiu posições racistas na carta e me caluniou dizendo que fingia-me de esquerda e atuava como alcagüete?, contou Dines a Comunique-se.

A briga, acompanhada pelos leitores do JB, teve início no dia 04/01. O artigo de Dines lembra a influência política de ACM nas decisões na Bahia e questiona de que forma será possível combater a fome no Brasil se ?a inanição e a corrupção são as duas pontas do mesmo processo?.

A carta de Antônio Carlos Magalhães, publicada no dia 11/01, é marcada por um tom crítico: ?(…) o ódio atávico, que demonstra está no âmago de uma questão bem mais importante, lá no Oriente Médio, na posição de Israel, mas não a intolerância que hoje afeta o mundo inteiro. O problema, enfim, são os Dines de lá?. Num outro trecho, ACM escreveu: ?(…) acho que o antigo SNI deve sentir saudades de quando o senhor fingia-se de esquerda e atuava como alcagüete. Seja como for, desejo-lhe um feliz ano novo e que se encontre uma solução que ponha fim ao conflito no Oriente Médio, para satisfação dos democratas de todo o mundo?.

?Não vou viver de ações na Justiça, mas acho que ele tem que pagar. Quero que ele prove o que escreveu?, comentou Dines, indignado com as declarações do senador. ?Tenho 50 anos de profissão. Tenho amor à minha biografia?, continuou. Dines diz que não sabe o valor da indenização pedida na Justiça.

Procurado por Comunique-se, o advogado que representa Dines, Sérgio Bermundes, não pôde falar com nossa redação porque está fora do país.”

Leia também:

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem