Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

PRIMEIRAS EDIçõES > ESTADÃO & FOME ZERO

Comunique-se

Por lgarcia em 05/08/2003 na edição 236

TANURE ARRENDA GZM

"Levy e Tanure fecham acordo de cessão da marca GZM", copyright Comunique-se (www.comunique-se.com.br), 4/8/03

"Uma reunião realizada na sexta-feira passada (01/08) entre Luiz Fernando Levy, presidente da Gazeta Mercantil, e Nelson Tanure, da Editora JB, fechou o acordo de arrendamento da marca Gazeta Mercantil. Fontes dizem que agora falta apenas discutir detalhes do que juridicamente chamam de ?cessão da marca?.

Nossa redação está tentando conversar com o diretor institucional do Jornal do Brasil, Reinaldo Paes Barreto, que estava em reunião até o fechamento desta nota. O diretor editorial da GZM, Luís Recena, disse ao Comunique-se que não poderia falar sobre o assunto porque este ?está na esfera dos empresários, que estão tratando do negócio?."

***

"GZM e JB: comercial será o primeiro passo", copyright Comunique-se (www.comuniquese.com.br), 4/8/03

"O diretor institucional do Jornal do Brasil, Reinaldo Paes Barreto, definiu o acordo inicial de arrendamento da marca GZM, fechado na última sexta-feira (01/08), como um ?acordo de cavalheiros?, já que nada ainda foi assinado. ?Neste final de semana, advogados ficaram mergulhados em documentos. Se tudo correr como está previsto, ainda esta semana poderá ser assinado um primeiro documento que supõe a transferência do departamento comercial da Gazeta para a Editora JB?, adiantou Paes Barreto. O objetivo dessa transferência, segundo o diretor, é operar a comercialização da GZM.

Ele disse também que os advogados estão analisando de que forma os funcionários do Comercial da Gazeta poderão ser reabsorvidos por uma nova empresa criada por Nelson Tanure, da Editora JB. ?Poderia ser em forma de cooperativas ou eles (funcionários) podem criar microempresas?. A possibilidade de serem contratados por CLT, de acordo com Paes Barreto, é baixa, já que Tanure vê na forma como comandou essa transferência no Jornal do Brasil – em forma de Pessoa Jurícia – um sucesso.

Quanto aos outros empregados da Gazeta, nada ainda foi decidido. Se tudo der certo, o diretor do JB afirma que o segundo passo será procurar a Associação de Empregados, Prestadores de Serviços e Credores das Empresas do Grupo da Gazeta Mercantil, que arrestou a marca Gazeta Mercantil."

 

O DIA

"Não houve divergência entre Ariane e Portella, diz nota", copyright Comunique-se (www.comuniquese.com.br), 5/8/03

"Em comunicado enviado à imprensa, a Editora O Dia informa que agora o grupo que leva o mesmo nome da editora tem como novas acionistas as filhas de Ary Carvalho, morto no dia 04/07. São elas: Ariane de Carvalho Barros, Eliane de Carvalho e Lygia de Carvalho.

Sobre o afastamento do vice-presidente Fernando Portella, diz o comunicado que ?o ciclo de gestão atual está finalizado e que os planos pessoais de Fernando Portella são diferentes dos que estão sendo traçados pelo Grupo?. A nota faz questão de enfatizar que ?não houve qualquer divergência pessoal entre Ariane de Carvalho e Fernando Portella?, ao contrário do que foi dito pela imprensa. Portella deixará a empresa no final de agosto.

Leia o comunicado na íntegra:

?A Editora O Dia e as demais empresas da Família Carvalho têm um novo grupo de acionistas, formado pelas filhas de Ary Carvalho: Ariane de Carvalho Barros, Eliane de Carvalho e Lygia de Carvalho.

As novas acionistas deliberaram no sentido de fazer alterações na gestão empresarial do Grupo, desenvolvendo uma nova estrutura administrativa que passa agora a contar com a seguinte formação: Acionistas, Conselho de Administração, Diretor-presidente e Diretoria.

O Conselho de Administração será formado pelas três acionistas e dois conselheiros externos ainda em fase de recrutamento. A presidência do Conselho, em comum acordo entre as irmãs, fica a cargo de Ariane de Carvalho.

Com relação ao posto de Diretor-presidente, uma empresa de consultoria especializada foi contratada para identificar e definir um profissional com o perfil para o cargo, que nesse primeiro instante será assumido interinamente por Ariane de Carvalho.

De comum acordo entre as acionistas e o Vice-presidente Fernando Portella, ficou compreendido que o ciclo de gestão atual está finalizado e que os planos pessoais de Fernando Portella são diferentes dos que estão sendo traçados pelo Grupo. Dessa forma, Portella se afasta da direção da empresa no final de agosto, quando começa a vigorar a nova estrutura administrativa. Não houve qualquer divergência pessoal entre Ariane de Carvalho e Fernando Portella.

Independente de suas mudanças estruturais, a Editora O DIA S.A. prossegue com os projetos e negócios em andamento ou pré-anunciados, uma vez que suas metas e orçamentos para 2003 já estão definidos. Será assegurada também a manutenção da política editorial alinhada a filosofia do jornalista Ary Carvalho.?

Rio de Janeiro, 4 de agosto de 2003"

 

"Comunicado oficial de O Dia", copyright Blue Bus, 4/08/03

"Acaba de ser distribuido com o seguinte texto – ?A Editora O Dia e as demais empresas da Família Carvalho têm um novo grupo de acionistas, formado pelas filhas de Ary Carvalho – Ariane de Carvalho Barros, Eliane de Carvalho e Lygia de Carvalho. As novas acionistas deliberaram no sentido de fazer alteraçoes na gestao empresarial do Grupo, desenvolvendo uma nova estrutura administrativa que passa agora a contar com a seguinte formaçao – Acionistas, Conselho de Administraçao, Diretor presidente e Diretoria. O Conselho de Administraçao será formado pelas três acionistas e dois conselheiros externos ainda em fase de recrutamento. A presidência do Conselho, em comum acordo entre as irmas, fica a cargo de Ariane de Carvalho. Com relaçao ao posto de Diretor presidente, uma empresa de consultoria especializada foi contratada para identificar e definir um profissional com o perfil para o cargo, que nesse primeiro instante será assumido interinamente por Ariane de Carvalho?. 04/08 Blue Bus

Segue – ?De comum acordo entre as acionistas e o vice presidente Fernando Portella, ficou compreendido que o ciclo de gestao atual está finalizado e que os planos pessoais de Fernando Portella sao diferentes dos que estao sendo traçados pelo Grupo. Dessa forma, Portella se afasta da direçao da empresa no final de agosto, quando começa a vigorar a nova estrutura administrativa. Nao houve qualquer divergência pessoal entre Ariane de Carvalho e Fernando Portella?. 04/08 Blue Bus

Conclui – ?Independente de suas mudanças estruturais, a Editora O Dia S.A. prossegue com os projetos e negócios em andamento ou pré anunciados, uma vez que suas metas e orçamentos para 2003 já estao definidos. Será assegurada também a manutençao da política editorial alinhada a filosofia do jornalista Ary Carvalho?. Leia, da 5a feira, ?Portella deixará O Dia por divergencias? aqui."

 

ESTADÃO & FOME ZERO

"Fome Zero terá agência de notícias", copyright O Estado de S. Paulo, 31/07/03

"O ministro de Segurança Alimentar, José Graziano, lançou ontem a Agência de Notícias Fome Zero, uma parceria do governo com o grupo editorial O Estado de S. Paulo, que disponibilizará os canais de distribuição da Agência Estado para divulgação do noticiário oficial sobre o programa. As notícias chegarão aos editores dos 250 jornais da rede atendida pela AE, às emissoras de rádio e TV, revistas semanais e agências de notícias internacionais. O sistema também transmitirá fotografias para toda a rede.

Além disso, o noticiário chegará aos mais de 12 mil terminais de tempo real da AE no mercado financeiro e poderá ser acessado ainda pelo portal Estadao.com.br, que registra 4,5 milhões de acessos/dia. O noticiário do ministério será produzido por uma equipe de jornalistas remunerada pelo Banco do Nordeste do Brasil, o outro parceiro na agência oficial do programa de governo.

A nova agência foi apresentada pelo ministro Graziano a uma platéia que reuniu jornalistas, ministros, parlamentares e o assessor especial da Presidência Frei Betto. O ministro disse que a garantia de circulação da informação, numa rede com a capilaridade da que é atendida pela Agência Estado, consolida a ?rede de apoio aos excluídos?. Pela parceria, o Grupo Estado recebeu ontem o certificado de parceria número 23 do programa Fome Zero. Na solenidade, realizada no Ministério de Segurança Alimentar, o presidente do Banco do Nordeste, Roberto Smith, também recebeu o certificado de parceria.

O diretor da sucursal do Grupo Estado em Brasília, jornalista João Bosco Rabello, disse que o grupo editorial sente-se honrado em participar do esforço de combate à fome no Brasil e que o faz na certeza de estar disponibilizando para esse fim ?o mais eficiente sistema de distribuição de informação do País?."

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem