Terça-feira, 16 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1008
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

Crédito meu, artigo de outrem

Por lgarcia em 29/07/2003 na edição 235

REUTERS

Na semana passada, reportagem assinada por Deanna Wrenn foi publicada na Reuters. O texto dizia o seguinte: "Jessica Lynch, a soldado ferida cuja experiência no Iraque foi transformada, pelo alarde da mídia, em ficção de heroísmo americano, protagonizou emocionante retorno a sua casa na terça-feira [22/7]… Críticos da mídia dizem que as câmeras de TV não devem mostrar a volta de um soldado ferido tal qual um drama de reality-TV co-produzido pela propaganda do governo dos EUA e repórteres crédulos."

O problema com o trecho? Não foi Deanna quem escreveu. Em artigo ao Charleston Daily Mail [24/7/03], a jornalista explica que o que havia mandado à Reuters era bem diferente: "Nesse pequeno condado… a garota a que todos chamam de Jess é uma verdadeira heroína ? mesmo que as reportagens divirjam sobre Jessica Lynch e sua experiência no Iraque. (…) Como muitos moradores daqui, [Amber Spencer, secretário de uma loja de conveniência da cidade,] considera Lynch uma heroína, mesmo com jornais e noticiários dizendo que sua história não é a mesma que originalmente atraiu contratos para filmes e livros."

A Reuters perguntou se Deanne queria assinar o texto ? ela mesma assinara o artigo original. A repórter disse que não haveria problemas. Só que o artigo resultou totalmente mudado. "Quando cheguei ao trabalho no dia seguinte, mensagens de e-mail entupiam minha caixa-postal chamando-me de tudo menos Peter Arnett. Não sei qual repórter ou editor escreveu esse artigo, ao qual estava atribuído meu crédito", disse a jornalista no Charleston Daily Mail.

"Entendo que esses serviços de notícia freqüentemente editam, adicionam, removem ou escrevem novos lides para suas reportagens. O que me surpreendeu foi o fato de uma reportagem levar meu nome quando só contribuí com umas poucas frases no fim ? e nas últimas versões eu já não contribuía com absolutamente nada", disse Deanne. "Talvez seja assim que as coisas funcionem em agências de notícia. Gostaria de deixar claro que não fui eu quem escreveu o artigo da Reuters… De qualquer forma, pedi para a Reuters retirar meu nome. Eles não tiraram."

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem