Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > MTV

Cristina Padiglione

Por lgarcia em 22/08/2001 na edição 135

GUERRA DOS DOMINGOS

O Estado de S.Paulo

"Choro no Gugu deu mais Ibope no domingo", copyright O
Estado de S. Paulo
, 14/8/01

"A guerra de audiência entre Gugu e Faustão ganhou uma faísca a mais no domingo: a confusão envolvendo o jogador Marcelinho Carioca e o treinador Wanderley Luxemburgo, do Corinthians.Buscando seus pontinhos extras no Ibope, tanto o Domingo Legal, do SBT, como Domingão do Faustão, da Globo, resolveram explorar o caso. Por volta das 18 horas, enquanto Gugu ouvia os lamentos do jogador, Faustão exibiu um vídeo que mostrava Marcelinho na igreja evangélica Sara Nossa Terra, ouvindo estranhas instruções de um pastor.

Na fita, o pastor pede que Marcelinho reze contra o Corinthians e diz que o jogador só voltará a ser querido pela torcida corintiana quando o time começar a sofrer derrotas seguidas, prejudicando o técnico Wanderley Luxemburgo. ?Aí a torcida vai gritar ‘volta Marcelinho, sai Luxemburgo’?, dizia o pastor.

Ainda que os dois programas tenham apelado na mesma direção, no mesmo horário, quem levou a melhor no Ibope da Grande São Paulo foi Gugu, que venceu Faustão por 29 a 23 pontos de audiência entre 17h54 e 20h42, segundo dados da pesquisa instantânea. Na média, o Domingo Legal obteve 26 pontos, ante 24 da Globo, em período que somou a exibição do jogo, o Domingão do Faustão e o início do Fantástico."

RATINHO & CNN
Laura Mattos

"Encontro no Rio reúne Ratinho e presidente da CNN", copyright Folha de S. Paulo, 14/8/01

"Chris Cramer, presidente da CNN, Daniel Filho, diretor da Globo, o jornalista Boris Casoy e os apresentadores Ratinho, Max Fivelinha e Serginho Groisman são alguns dos nomes que já confirmaram presença no 1? Encontro Internacional de Televisão, que será realizado nos dias 13, 14 e 15 de setembro, no Rio de Janeiro.

O evento marca o início dos trabalhos do recém-criado Instituto de Estudos de Televisão, que tem como objetivo aproximar quem pensa e quem faz TV. ?Apesar de a televisão ocupar um patamar tão importante no Brasil, a literatura sobre esse meio de comunicação é muito pobre e intuitiva. Muitos escrevem sobre TV de maneira acadêmica, sem mergulhar na programação?, afirma o jornalista e documentarista Nelson Hoineff, diretor do instituto.
Além disso, o encontro no Rio (www.encontro.tv) também discutirá a regulamentação da radiodifusão no Brasil."

 

 

NO LIMITE
DO B

"Holandeses criam espécie de ‘No Limite’ do futebol",
copyright O Estado de S. Paulo, 14/8/01

"Dona dos direitos do Big Brother, o ?reality show? mais vendido no mundo, a produtora holandesa Endemol acaba de criar nova modalidade na arte de transformar a privacidade das pessoas em espetáculo público. Esse tipo de programa, cuja versão mais próxima que se viu aqui foi o No Limite, da Globo, agora faz do futebol a bola da vez.

A idéia é escalar um time de jogadores – amadores, claro, com agendas disponíveis para as câmeras – e dar ao público o poder de interferir, por voto, na ascenção e queda de cada ser do ?elenco?. Uma equipe de candidatos será originalmente escolhida pela produção, mas caberá ao telespectador fazer a seleção final.

Sob o título provisório de La Squadra della Gente (O Time da
Gente), o novo ?drama real? vem sendo negociado na Itália,
país que abriga tantos ?técnicos de futebol? como
o Brasil – é possível encontrar um em cada esquina,
contestando as decisões dos preparadores desse ou daquele
time. Na Inglaterra, segundo o jornal italiano Corriere della Sera,
a atração foi batizada como Team e será provavelmente
exibida pela ITV. A Endemol aposta que a platéia feminina
não sairá da frente da TV, pois todos os passos dos
jogadores fora de campo serão registrados."

 

MTV
Daniel Castro

"MTV cresce até 89% e sai do traço no Ibope",
copyright Folha de S. Paulo, 15/8/01

"Há dez anos no ar, a MTV espera amanhã, com o Video Music Brasil, bater seu recorde de audiência -de 5 pontos no Ibope, com o VMB do ano passado.

A emissora vive uma boa fase. Sua audiência média cresceu 42% nos meses de março a junho deste ano em relação ao mesmo período de 2000. Não é muita coisa, mas pela primeira vez na história, em julho, a MTV teve média diária de 1 ponto no Ibope -cerca de 80 mil telespectadores na Grande São Paulo. A emissora, que atinge apenas 44% dos televisores da região (por ser UHF), saiu do traço.

O crescimento, segundo dados da própria MTV, atingiu 89% nas noites de domingo e 85% nas tardes de dias úteis. ?É o reflexo de mudanças feitas na programação há dois anos?, diz Zico Góes, diretor de programação, se referindo à abertura para videoclipes de sertanejos e pagodeiros, em 99.

Em um período de recessão no mercado publicitário (a crise atingiu até a Globo, que está fazendo cortes de gastos), a MTV diz ter aumentado suas receitas em 10%.

Para os próximos meses, a MTV prepara a estréia de um novo programa de Marcos Mion (um dos campeões de Ibope da emissora), de um quiz e de uma atração sobre esportes."

    
    
                     

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem