Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > SBT SEM JORNALISMO

Débora Rubin

Por lgarcia em 28/02/2001 na edição 110

QUALIDADE NA TV

ERÓTICA MTV

"‘Erótica MTV’ ou na cama com Tathiana", copyright Valor Econômico, 19/02/01

"A modelo Tathiana Mancini, que já participou de mais de 380 propagandas, apoiada no sofá que será utilizado por Bouer: ‘Eu acho até que fui escolhida por colocar a minha intimidade em jogo’

Escolhida entre 40 mulheres, Tathiana Mancini assume o comando do ‘Erótica MTV’ a partir de março. Além da mudança de apresentadora, uma chaise-longue substituirá a cama por onde passaram Ludmila Dayer e a pioneira Babi. O programa reformulado volta ao ar dia 7, às 22h, mas nenhum piloto foi feito ainda. O que não parece deixar a diretora do programa, Lílian Amarante, nada tensa.

O motivo da tranqüilidade? Tathiana. A modelo, de 27 anos, parece ser perfeita para assumir as noites eróticas de segunda-feira. Carioca da Penha, Tathiana está há dez anos em São Paulo trabalhando como modelo publicitária e, há seis meses, como proprietária da loja ‘Três Marias’, na Galeria Ouro Fino, na lendária Rua Augusta.

Mas se você viu muito rapidamente o rosto da moça em comerciais do cigarro Free, do portal Terra ou do Guaraná Antártica e se só passa pela Augusta a 120km por hora, fique tranqüilo: a moça vai aparecer de corpo inteiro na MTV e, o melhor, dando conselhos e palpites sobre sexo.

A reformulação do programa se deu basicamente por dois motivos: faz parte da política da emissora mudar os seus apresentadores constantemente e, o que a diretora hesita em concordar, porque o ‘Erótica MTV’ andava morno demais para um programa cujo tema é sexo.

Lílian, que chegou a comandar Ludmila durante seis meses, achava também que o esquema de três apresentadores tirava a atenção da dona da cama. Portanto, sai o modelo Julio Coimbra e o programa volta à fórmula inicial, a apresentadora e o psiquiatra moderninho Jairo Bouer, que é quem responde as perguntas mais cabeludas do público.

Portanto, a expectativa para o retorno do programa é grande e a responsabilidade de Tathiana, ainda maior. Os atributos físicos – alta, magra, cabelos loiros e cacheados, olhos azuis e morena de pele – são apenas um pequeno detalhe. Bem-humorada e de uma sensualidade natural, Tathiana ganha pela simpatia – antes de responder cada pergunta solta uma gargalhada. Conta que está preparada para tudo: das questões mais complicadas às cantadas, que já aumentaram, desde que foi anunciada como a nova apresentadora da casa.

Ela não vê problema algum se alguém perguntar, por exemplo, sua posição predileta na cama. ‘Eu acho até que fui escolhida por colocar a minha intimidade em jogo’, conta. ‘No teste, simulação do programa, uma menina fez uma pergunta que respondi usando um exemplo meu.’ Mas quando questionada sobre a idade com que perdeu a virgindade, Tathiana responde apenas: ‘Foi bem cedo, mas com muita responsabilidade.’ Isso porque perda de virgindade é assunto insignificante no programa.

Ela acha que tem bastante experiência sexual – mas também não entra muito em detalhes – para passar ao seu público. E, mais que isso, acha que tem habilidade para falar sobre o assunto. ‘Em casa, minha mãe sempre deu muita liberdade para verbalizar sobre sexo’, explica. ‘Sem contar que eu tenho uma irmã de 14 anos, que é meu laboratório.’ Tathiana é casada com o cenógrafo Coy Freitas há dois anos.

Longe de querer adotar o estilo modelo-atriz-apresentadora, Tathiana diz que só tinha vontade de trabalhar em televisão se fosse em algum programa jornalístico ou educativo, nada de dramaturgia. O ‘Erótica MTV’, em especial, era um que ela já estava de olho faz tempo. ‘Quando eu vi pela primeira vez pensei: faria com o maior tesão’, diz. ‘Mas eles não me conheciam.’ Se fosse para trabalhar como VJ, ela acharia arriscado, mas conhecer novas pessoas falando sobre sexo, parecia perfeito. ‘Eu adoro pegar uma pessoa pelo braço e falar: vem cá, vamos conversar’.

Ela já participou de mais de 380 filmes publicitários, mas para ganhar o trono, ou melhor, a espreguiçadeira, concorreu pessoas famosas e desconhecidas, entre atrizes, modelos, cantoras e jornalistas. ‘Mas ela gritou aos nossos olhos’, entusiasma-se a diretora, que procurava alguém que devolvesse o clima intimista do programa e que fosse bonita, sexy, espontânea, inteligente e simpática. ‘Ela é tudo isso.’

Lílian quer acrescentar mais humor ao ‘Erótica MTV’, uma forma de deixar as pessoas mais à vontade para falar sobre assuntos íntimos. ‘Humor e sexo combinam’, acredita. Além da risonha Tathiana, o programa vai passar a ter externas com VJs da casa. O piloto – esse sim, gravado – foi feito com Levy. ‘A idéia é sair pelas ruas perguntando alguma coisa relacionada a sexo.’ Na gravação, a pergunta era: ‘Você já pensou em sexo hoje?’.

Bom, se você ainda não pensou, a partir do dia 7 vai ser inevitável. A diretora promete que vai deixar o programa mais picante, sem ser vulgar ou didático, e a apresentadora, que vai revelar-se aos poucos. Entre as revelações, uma tatuagem gigante de um dragão nas costas, feita em três sessões de cinco horas. Um trabalho conjunto dela com o tatuador, que passou meses desenhando o tal dragão, com inspiração em desenhos orientais."

SBT SEM JORNALISMO

"‘SBT Repórter’ sucumbe ao enlatado e demite", copyright Folha de S. Paulo, 20/02/01

"O jornalismo do SBT está cada vez mais restrito a um telejornal de fim de noite e ao ‘Domingo Legal’ -que anteontem chegou a dar picos de 37 pontos com imagens da rebelião na Casa de Detenção de São Paulo.

O ‘SBT Repórter’, programa semanal de reportagens, demitiu ou remanejou na semana passada seis profissionais, quase metade de sua equipe. Apenas Maria Cândida e Cristian Colt continuam como repórteres do programa. Magdalena Bonfiglioli deverá ser transferida para outra produção.

Os cortes ocorreram porque a direção do SBT resolveu produzir com material próprio apenas um ‘SBT Repórter’ por mês. Os outros três programas serão feitos com material do ‘20/20’, enlatado jornalístico da norte-americana ABC, que faz parte do pacote de filmes e séries da Disney.

A assessoria de imprensa do SBT diz que foram demitidos apenas um repórter e um editor e que outros profissionais do programa foram remanejados -não informou quantos.

O SBT está preparando um telejornal matinal. O programa, que deveria estrear em fevereiro, ainda não tem data para ir ao ar."

Volta ao índice

Qualidade na TV – texto anterior

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem