Domingo, 17 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

PRIMEIRAS EDIçõES > EDITORA GLOBO DEMITE

DC

Por lgarcia em 03/07/2002 na edição 179

TV GUGU

"Gugu Liberato compra concessão de TV no MT", copyright Folha de S. Paulo, 1/7/02

"O apresentador Gugu Liberato já faz parte, desde 19 de dezembro do ano passado, do seleto clube de proprietários de emissoras de TV. Naquela data, ele acertou a compra de uma concessão em Cuiabá.

O canal ainda não está no ar. Foi criado em concorrência pública aberta em 1998. Gugu não participou da licitação, que acabou sendo vencida pela empresa Pantanal Som e Imagem Ltda. A outorga saiu em junho de 2001, mas só na última quinta-feira foi aprovada pelo Senado Federal.

A compra ainda não é oficial, porque concessões só podem ser transferidas após a instalação dos canais. Os donos da concessão dizem que a venderam porque não conseguiram se filiar a nenhuma rede nacional de televisão.

Gugu Liberato é obcecado por ter sua própria rede de TV. Atualmente, disputa seis licitações. Está montando estúdios e se prepara para co-produzir novelas.

O canal já é um passo importante para esse projeto. Gugu pode agora conquistar retransmissoras em cidades grandes, que exibiriam a programação produzida em São Paulo e gerada em Cuiabá.

?Não sei ainda se vou retransmitir alguma rede ou se vou gerar programação própria, pois isso exige um estudo de custos. Se eu conseguisse montar uma rede com retransmissoras próprias e afiliadas, poderia até voltar a pensar em lançar um canal de notícias aberto, uma mistura de CNN e E!?, revela o apresentador.

OUTRO CANAL

Hermanos

O clima esquentou na semana passada nos bastidores de ?Popstars?, ?reality show? do SBT em parceria com o grupo Disney. Os três roteiristas brasileiros pediram demissão por causa de conflitos com profissionais argentinos que participam do projeto. Os brasileiros se sentiram boicotados pelos argentinos.

Par

Foi escolhido na sexta-feira o protagonista da futura novela das seis da Globo, ?Sabor de Paixão?, que estréia em setembro. Será Luigi Baricelli. Interpretará Alexandre, dono de vinhedos em Portugal e par romântico da heroína Diana, encarnada por Letícia Spiller.

Ruído

A Mauricio de Sousa Produções prepara a produção de uma série de animação com a ?Turma da Mônica?. Irá oferecer o produto à Globo. Se a emissora não quiser, tentará vender para outra rede. Mauricio de Sousa é contratado da Globo desde 1999, mas até hoje não conseguiu emplacar suas criações na TV.

Balanço

A operadora de TV paga via satélite Sky conquistou apenas 2.000 novos assinantes durante o primeiro trimestre deste ano, o que considera uma vitória _já que a tendência é de queda. Fechou o período com 710 mil clientes. E comemorou a venda de 70 mil pacotes de ?pay-per-view? do primeiro ?Big Brother Brasil? e outros 60 mil pacotes de ?pay-per-view? de campeonatos de futebol."

 

TV R.R. SOARES

"Cunhado de Edir Macedo monta rede de TV", copyright Folha de S. Paulo, 29/6/02

"Sem nenhum alarde, está sendo montada há um ano e meio a mais nova rede nacional de televisão. O dono da empreitada é Romildo Ribeiro Soares, mais conhecido como missionário R.R. Soares, líder da Igreja Internacional da Graça de Deus e um dos campeões de aparição na TV – graças à compra de horários em emissoras como a TV Gazeta e a CNT.

Soares é casado com uma irmã do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e controlador da TV Record.

No começo do ano passado, após uma tentativa frustrada, Soares conseguiu comprar a TV Dourados, geradora comercial instalada na cidade de Dourados, Mato Grosso do Sul, então afiliada do SBT. Há três semanas, a TV Dourados começou a irradiar a programação evangélica da Rede Internacional de Televisão, totalmente produzida em São Paulo.

Enquanto montava a programação da rede, Soares articulava no Ministério das Comunicações autorização para instalar retransmissoras pelo país todo.

Até a última terça, o missionário já havia obtido do ministério autorização para instalar 27 retransmissoras da geradora de Dourados _a última delas em Jundiaí (SP). Sua rede, ainda em instalação, vai do Acre ao Rio Grande do Sul. Inclui capitais como Salvador, São Luís, Recife, Belém, Palmas, Cuiabá e Porto Velho e cidades do porte de Londrina (PR) e Volta Redonda (RJ).

OUTRO CANAL

Perfil 1

Os jogos da Copa transmitidos durante a madrugada, sem contar os do Brasil, deram à Globo uma audiência média de 995 mil telespectadores na Grande São Paulo. Deles, 61% eram homens, 27% tinham entre 35 e 49 anos e, curiosamente, 6% eram crianças de até 11 anos. A classe C respondeu por 43% do conjunto da audiência.

Perfil 2

Já os jogos do Brasil tiveram audiência média de 5,3 milhões de pessoas na Grande SP, segundo o Ibope. Outra curiosidade: na última quarta, enquanto 5,8 milhões viam Brasil x Turquia, 186 mil pessoas estavam sintonizadas no SBT. A maioria era de meninas (58%), de 4 a 11 anos (41%). Assistiam a desenhos animados.

Troca

A direção da Rede TV! deve promover segunda-feira nova mudança em sua programação. O ?Repórter Cidadão? deve trocar de horário com o ?Canal Aberto?. Sem José Luiz Datena, que voltou para a Record, o ?Repórter Cidadão? tem sofrido para dar 3 pontos.

Mico

A direção da Globo teve dificuldades para montar o elenco que participará da programação ao vivo da emissora amanhã, caso o Brasil seja campeão da Copa. Atores, principalmente, alegaram ?problemas de agenda?.

Rede

O sinal da paulista TV Gazeta já está chegando a Curitiba, pelo canal 21. Antes, a Gazeta era parceira da paranaense CNT."

 

EDITORA GLOBO DEMITE

"Editora Globo promove nova onda de cortes, que atinge 27", copyright Cidade Biz, 28/6/02

"A Editora Globo promoveu uma nova rodada de cortes esta semana. Desta vez, foram atingidos 27 funcionários da empresa, 16 deles da área editorial e os outros 11 das áreas administrativas e de publicidade.

Em comunicado emitido à imprensa, a companhia procurou esclarecer que ?as demissões ocorridas nesta semana são esporádicas e fazem parte do processo de busca de crescimento e de maior rentabilidade? da empresa.

Também nesta quinta, a Leo Burnett, agência que atendia a conta da companhia, rompeu o negócio, alegando que não daria para trabalhar dentro contenção de despesas imposto pela Globo.

A faxina na Editora Globo começou em março, com a demissão de quase toda sua diretoria executiva. Saíram o diretor-geral Marcos Dvoskin, o diretor de mercado, Helio Tuchler, o diretor administrativo-financeiro, Carlos Alberto Loureiro, e o diretor de estratégia e desenvolvimento organizacional, Eduardo Gusso.

Restaram apenas Marche e Ricardo Gandour, que uma semana depois, dia 20, foi conduzido ao comando do Diário de S. Paulo, numa permuta com Juan Ocerin, que deixou a direção do jornal pela direção da Editora Globo. Gandour atuava como diretor adjunto da revista Época, como responsável pela área de livros e publicações infantis e também pela Unidade de Serviços online.

Ainda neste troca-troca, Frederico Kachar deixou a diretoria de finanças do antigo Dipo para cuidar das finanças e dos recursos da editora, que, desde sua criação, em 1986, jamais deu o gostinho do lucro à Globo.

Única peça ainda intacta do processo de reestruturação da empresa, uma das prioridades dentro do processo maior de reestruturação de toda a Globo, o diretor de publicidade Celso Marche pediu a conta em abril."

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem