Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Dissidentes sauditas lançam canal via satélite

Por lgarcia em 20/05/2003 na edição 225

TELETIPO

Um grupo de oposição saudita sediado em Londres lançou a emissora de TV via satélite Islah. Saad al-Fagih, líder do Movimento pela Reforma Islâmica na Arábia, contou que a estação deve começar a funcionar dentro de poucos dias, e vai ter duas a três horas diárias de programação ao vivo, com talk-shows e notícias. "[O canal] será mais perigoso para a família real saudita do que todas as bombas de Osama bin Laden", prometeu al-Fagih. Informações da Reuters [15/5].

A companhia de mídia Hachette está processando Nicholas Coleridge, chefe da Condé Nast, por difamação devido a acusações de que Saddam Hussein teria lucrado com ações da revista Elle. A afirmação apareceu no diário London Evening Standard em fevereiro. Ciar Byrne [Guardian, 16/5/03] revela que o regime iraquiano de fato tinha 2% da Lagardere, divisão da Hachette, mas as ações foram congeladas pela ONU em 1991, durante a guerra do Golfo, sem proporcionar qualquer benefício para os donos. A empresa disse que vai doar qualquer indenização que venha a receber para instituições de caridade que atendem crianças iraquianas.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem