Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > TABLÓIDES

Eles querem cor!

Por lgarcia em 21/02/2001 na edição 109

MONITOR DA IMPRENSA


MAD

MAD, famosa publicação e humor, abrirá suas portas à publicidade pela primeira vez em seus quase 50 anos de história, a começar em março. A página inteira da despachada revista juvenil, segundo Brian Steinberg [Desert News, 8/2/01], custará apenas 7.500 dólares.

Entre os primeiros anunciantes de MAD estão as mentas Altoids, Corn Nuts, diversos fabricantes de videogames e a Wind Up Records. A revista também iniciará publicação em cores. "O público queria cor, então teve que aceitar propaganda", disse a porta-voz Peggy Burns.

A lendária publicação não perdoa cadeias de fast-food, figuras religiosas, shows de TV ou presidentes americanos, principais alvos de sua sátira.

BUSINESS WEEK

Após dois meses de investigação sobre "as similaridades entre um artigo da revista Business Week sobre privacidade online e uma reportagem anterior do Washington Post, a revista demitiu a autora do artigo, Marcia Stepanek. "Demitimos porque ela rompeu padrões jornalísticos, ética e políticas da Business Week", afirma Stephen B. Shepard, uma das cinco pessoas favoráveis à decisão. Stepanek, editora de estratégias tecnológicas, recebeu a má notícia em 8 de fevereiro.

Staci D. Kramer [Inside, 9/2/01] conta que o artigo incriminador foi publicado na coluna Privacy Matters, na Business Week online, em outubro passado. O texto parecia deliberadamente tomar idéias emprestadas da reportagem de Robert O’Harrow Jr., publicada na edição de 15 de agosto do Washington Post, sobre uma companhia de Boston chamada Pharmatrak.

Quando a Business Week foi notificada das similaridades, no final do ano passado, deu início a uma investigação e Stepanek foi afastada do cargo.

No Brasil, o Valor tem os direitos de reprodução da Business Week.

HOLLYWOOD

O líder cubano Fidel Castro degustou saboroso almoço com um grupo de titãs de Hollywood, incluindo Leslie Moonves, da CBS, Tom Freston, diretor da MTV, e Brad Grey, administrador e produtor da MTV. A Reuters (14/2/01) informa que os executivos voaram a Havana, fizeram turismo pela cidade e sentaram para um almoço de quatro horas e meia com Castro.

Não se deve esperar para tão cedo, porém, uma Cuba MTV ou um Survivor: A Baía dos Porcos. De acordo com um dos participantes, a viagem de férias foi estritamente pessoal, "apenas uma galera saindo junto".

TABLÓIDES

Dois dos tablóides rivais de Nova York, Daily News e Newsday, estão negociando acordo para vender peças publicitárias nacionais que incluiriam o Chicago Tribune e o Los Angeles Times. A Tribune Co. comprou o Newsday e o LA Times no ano passado, com outros jornais da Times Mirror. Mas desde que o Newsday passou a ser sediado em Long Island, a Tribune não tem grande presença em Nova York, informa Howard Kurtz [The Washington Post, 14/2/01].

O Daily News tem circulação de 701 mil exemplares, enquanto o Newsday vende em média 575 mil cópias diárias. O New York Post, outro combatente na guerra dos tablóides, tem circulação de 438 mil. "Continuaremos ferozmente rivais em termos editoriais", afirmou Les Goodstein, presidente e diretor de redação do Daily News, referindo-se ao Newsday. "Estamos certamente competindo para vender jornais nos condados de Queens e Nassau", em Long Island.

Volta ao índice

Monitor da Imprensa – próximo texto

Monitor da Imprensa – texto anterior

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem