Quinta-feira, 24 de Maio de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº988
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES > CANADÁ

Em busca de francófonos

Por lgarcia em 02/10/2002 na edição 192

CANADÁ

A comunidade anglófona de Montreal está testemunhando a mudança do único jornal diário em língua inglesa da cidade: o Montreal Gazette anunciou a intenção de conquistar leitores francófonos bilíngües. Segundo o publisher Larry Smith, estudos de marketing identificaram um grupo de 350 mil potenciais leitores bilíngües na cidade, clientela já atendida por instituições anglófonas como as universidades McGill e Concórdia.

De certa forma, conta Rhéal Séguin [The Globe and Mail, 19/9/02], o Gazette está voltando às origens: ele começou a ser publicado em francês em 1778 e se tornou bilíngüe sete anos depois. Em 1822, o diário virou uma publicação inglesa e nos últimos 23 anos tem sido a única voz desta comunidade.

Para competir com os outros quatro diários da cidade, o jornal (parte do império CanWest Global Communications) também deve mudar a cobertura: o popular radialista Tommy Schnurmacher, grande defensor dos direitos da língua inglesa ? posição que desagradaria os nacionalistas do Québec ? foi despedido como colunista.

Para o sociólogo Jean Doirion, Montreal está presenciando a aceitação passiva do bilingüismo, quando o inglês está sendo promovido como língua que os francófonos podem usar para ler sobre si mesmos. "Isto cria uma situação não muito diferente do colonialismo", critica. "Estamos escolhendo livremente nos tornar anglicizados e sendo convidados a olhar nossa cultura através de uma segunda língua. Isto é alienação, quando nos tornamos estranhos à nossa própria cultura."

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem