Sábado, 22 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES > MÍDIA E CRIANÇA

Em pauta, só a violência

Por lgarcia em 31/10/2001 na edição 145

MÍDIA E CRIANÇA

Um estudo da Children Now, grupo americano sem fins lucrativos pela defesa da infância, concluiu que noticiários locais dão pouco valor à cobertura de assuntos fundamentais relacionados a crianças, como a educação, enfatizando questões que geram "clima de medo", como os perigos do crime para crianças.

A pesquisa, feita durante todo o mês de julho, estudou a programação das principais emissoras de Nova York, Los Angeles, Atlanta, Boston, Seattle e Des Moines. Segundo Lynn Elber [The Associated Press, 23/10/01], o estudo indica que 45% das reportagens sobre crianças transmitidas pelas regionais da ABC, da NBC e da CBS focalizaram crimes geralmente violentos. 24% das reportagens eram sobre saúde e apenas 9% sobre educação. Mais de um terço das notícias sobre crianças as mostrava como vítimas de crimes. Pronunciamentos do governo, no entanto, afirmam que esses crimes estão diminuindo.

John McManus, crítico e pesquisador no Berkeley Media Studies Center, acha as conclusões do estudo alarmantes e acusa emissoras locais de distorcer a realidade "para impulsionar lucros". "Crianças feridas atraem audiência", diz McManus. "Além disso, trata-se de uma reportagem extremamente barata."

De acordo com a pesquisa, as emissoras não se esforçam em inserir as reportagens em contextos sociais mais amplos. Menos de 1% da amostra do Children Now enfocava assuntos como pobreza, bem-estar e desemprego.

   &nnbsp;
    
               

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem