Terça-feira, 24 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº963

PRIMEIRAS EDIçõES > FRAUDE NO NY TIMES

Faxina na redação

Por lgarcia em 30/12/2003 na edição 257

FRAUDE NO NY TIMES

Um comitê de 20 jornalistas do New York Times e dois executivos de mídia sem laços com o jornal vão rever sua política de redação. Os executivos convidados são Louis D. Boccardi, em vias de aposentadoria do cargo de presidente da Associated Press, e Joann Byrd, prestes a sair do Seattle Post-Intelligencer, onde cuidava da página de editoriais.

Segundo Chaka Ferguson [AP, 22/5], o comitê será chefiado pelo administrador-assistente do Times, Allan M. Siegal. Memorando do jornal informou: "A função do comitê é determinar quando, onde, como e por que a cultura de nossa redação e os processos e ações organizacionais levaram à falha de nosso jornalismo."

Alguns dos tópicos que devem estar em pauta incluem práticas de contratação, recrutamento e controle do histórico da carreira do funcionário, o processo editorial, inclusive detecção e prevenção de erros, problemas éticos, como o uso de fontes não-identificadas, e a possibilidade de o Times contratar um ombudsman.

Leia também

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem