Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > THE WASHINGTON POST

Felicitações de fim de ano

Por lgarcia em 15/01/2003 na edição 207

THE WASHINGTON POST

Em sua coluna de 5/1/03, o ombudsman do Washington Post Michael Getler nota que recebeu, nos últimos dias de 2002, um número incomum de mensagens felicitando o jornal por matérias que, de alguma maneira, chamaram a atenção dos leitores. Muitos escreveram por causa da reportagem de Wil Haygood, publicada em 23/12, sobre a morte de Reuben Gray, um negro americano morto no Quênia, onde trabalhava, numa colisão de carro com um diplomata também americano, dois anos atrás. "De longe a melhor coisa que li no Post em um longo tempo", observou um leitor.

Outro texto muito comentado foi o do repórter David Finkel (27/12), que viajou para a Guatemala para mostrar a bizarra reviravolta na vida de José Morales, um imigrante ilegal nos EUA que foi deportado porque deu o azar de utilizar um telefone público vigiado pela polícia que tentava capturar os atiradores que agiam nas imediações de Washington. Matéria de Shankar Vedantam sobre a volta para o Brasil de uma arara mantida em cativeiro no Colorado e a luta para salvar a espécie, que saiu em 25/12, foi muito elogiada.

Reportagens sobre temas mais locais também foram lembradas. O balanço do trabalho do chefe de polícia de Washington, Charles Ramsey, escrito por Craig Timberg e David Fahrenthold e publicado no dia 23/12, foi considerado "bem-documentado e balanceado" por leitores. Também sobraram elogios para um artigo do dia seguinte, de Barton Gellman, sobre o risco de terrorismo doméstico nos EUA. "O jornalismo em seu melhor", escreveu um leitor.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem