Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Hawking contra editora

Por lgarcia em 05/06/2002 na edição 175

TELETIPO

O físico Stephen Hawking pediu à Câmara Federal do Comércio (FTC) americana que impeça a publicação de um livro seu. The Theory of Everything", da editora New Millennium, constituiria uma fraude por se tratar de reimpressão de material antigo, alega Hawking. A editora teve permissão do autor apenas para lançar uma versão em áudio de palestras que ele deu em 1989, de conteúdo similar ao do livro Uma breve história do tempo. Hillel Italie [AP, 22/5/02] explica que a FTC não é um meio tradicional para se recorrer contra publicações, mas os advogados do físico alegam que, devido à sua doença, ele é fisicamente incapaz de suportar um procedimento jurídico.

Lauren Weisberger, 25 anos, começou a carreira como uma típica assistente de revista de moda, atendendo telefone, fazendo reservas e ajudando a organizar festas para a poderosa Anna Wintour, editora-chefe da Vogue. Segundo David D. Kirkpatrick [New York Times, 27/5/02], a jovem parece ter encontrado uma forma lucrativa de se vingar: acaba de vender por US$ 200 mil os direitos de seu primeiro romance, The devil wears Prada (O diabo veste Prada), sobre a vida glamourosa e humilhante de uma assistente como ela. O manuscrito de 100 páginas ? que descreve uma chefe ditatorial que a autora jura não ter criado a partir de Anna ? também pode virar filme: os direitos foram rapidamente comprados pela Fox Pictures.

A Justiça do Irã, dominada pela linha-dura islâmica, considerou ilegal a "disseminação de informações em favor de negociações com os EUA" nos jornais. "Publicar material contrário às decisões da cúpula iraniana causará distúrbios na opinião pública e enfraquecerá o sistema islâmico", justificou. Reformistas ligados ao presidente Mohamad Katami têm tentado restabelecer relação amigável com os americanos, mas o líder supremo, aiatolá Ali Kamenei, é contrário. No dia 23, ele chamou os progressistas da linha de Katami de "fracos que não sabem nem os primeiros passos do orgulho nacional". As informações são da Reuters [25/5/02].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem