Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

PRIMEIRAS EDIçõES > Entre Aspas

Homem que foi Hitler ajudou imprensa alemã

Por lgarcia em 05/10/2000 na edição 99

Alberto Dines

desta edição]. E redondamente enganado: não larguei a profissão. Quem largou foi ele. Confunde submissão ao baronato da mídia com o exercício profissional. Pensa que jornalismo só se pratica com carteira assinada, 14 salários e bônus no final do ano. Tome note, rapaz:

  • Escrevo uma coluna semanal (reproduzida num jornalão nacional e outros três jornais regionais).
  • Sou um dos colaboradores e editor de um site jornalístico com atualizações semanais que está na internet há quatro anos e meio, lido e discutido na maioria das redações brasileiras inclusive a dele – provavelmente à sua revelia.
  • Sou o pauteiro, apresentador e editor-responsável de um programa semanal de TV apresentado ao vivo em rede nacional que existe há quase três anos – e ao qual comparecem seus superiores hierárquicos.
  • Vivo confortável e honradamente de honorários jornalísticos. No item conforto talvez ele me supere, no outro duvido.

Prado está no negócio de vender panelas, eu estou em outro ramo. Está por fora e acho que nunca esteve dentro.

Volta ao índice

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem