Terça-feira, 24 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº963

PRIMEIRAS EDIçõES > MONITOR

Hora de integrar as mídias

Por lgarcia em 05/07/1998 na edição 48

Geraldo Iglesias

 

A

organização de novos grupos de trabalho com o fim de integrar a televisão com as novas mídias pode tornar-se de fundamental interesse.

Não teremos mais como separar o computador da televisão em um ou dois anos. Todo o material didático e cultural virá sob a forma de bits, possivelmente via cabo de televisão para ser integrado ao computador. Diante disso, estaremos trabalhando com os dois meios de uma só vez muito possivelmente já transformado num só meio, em que trafeguem várias mídias.

O difícil é convencer no momento as pessoas de que isso não é ficção e que não está longe. Muito pelo contrário. A tecnologia já está pronta, só faltam acertos políticos e destes também já estamos muito próximos, até mesmo nós brasileiros, com a privatização das Teles.

O que falta (e faltará) é experiência na administração dos recursos. Tudo o que está sendo feito em laboratório encontrará resistência e, principalmente, falta de prática dos profissionais de comunicação e educação.

Não adiantará muito cada escola ter um computador se os profissionais não souberem o que fazer com eles e esse “fazer” é muito mais do que usá-los como máquinas de escrever.

Até porque, como já foi dito várias vezes, por vários teóricos, passaríamos a utilizar o computador para transmitir um saber “burro”.

Portanto, está na hora dos profissionais de televisão apresentarem aos telespectadores o computador como meio de comunicação e educação, como aliado na tarefa de transmissão do saber, e entenda-se por saber as relações interpessoais e a interatividade como um todo.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem