Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Inocente por natureza

Por lgarcia em 19/06/2002 na edição 177

TELETIPO

Um tribunal de recursos do estado da Louisiana, nos EUA, manteve sentença de isenção do filme Assassinos por natureza de qualquer responsabilidade nos crimes cometidos pelo casal Sarah Edmondson e Ben Darras, que mataram um homem e deixaram uma mulher, Patsy Byers, tetraplégica. Os jovens criminosos contaram à polícia que tinham visto Assassinos várias vezes antes de resolverem, a exemplo do que acontece com os protagonistas do longa-metragem, fazer uma viagem para matar pessoas, em 1995. A família de Patsy, mesmo após sua morte, de câncer, dois anos após o incidente, resolveu levar adiante o processo contra o estúdio Warner, produtor do filme. A corte enquadrou a obra na Primeira Emenda da Constituição (que prevê liberdade de expressão) e disse que nada em seu conteúdo incita as pessoas à prática da violência. As informações são da Reuters [6/6/02].

A filial americana da gravadora BMG adotará, a partir de julho, um novo sistema de rótulos em seus discos para alertar o público sobre conteúdo explícito, violento ou profano. A publicidade impressa e de TV dos produtos também terá as identificações. O primeiro CD a trazer a novidade será May Day, da rapper Lady May. Durante este ano, o Congresso dos EUA fez diversas audiências sobre a questão da venda e promoção de discos impróprios para menores e repreendeu a indústria fonográfica por não agir contra isso. Em 1985, foi criado o selo com os dizeres “aviso aos pais: letras explícitas”, usado até hoje. A BMG não aceitou a recomendação de diversos senadores de que fosse usada classificação etária, alegando que não há sempre relação entre idade e maturidade. As informações são de Justin Oppelaar [Variety, 4/6/02].

Em homenagem aos 25 anos da morte de Elvis Presley, a editora Gruner & Jahr USA lançará em agosto uma revista especial sobre o astro do rock. A edição, que será impressa em papel mais grosso que o normal, está sendo chamada de “livro-revista” pelos executivos da Gruner, que pertence à megacorporação alemã Bertelsmann. Graças a um acordo com a Elvis Presley Enterprises poderão ser utilizadas algumas das 40 mil fotos de propriedade do cantor. O lançamento coincidirá com a semana comemorativa que estará acontecendo em Graceland, a famosa propriedade de Elvis na cidade de Memphis. Em 16 de agosto, aniversário da morte, milhares de fãs farão vigília noturna ali, informa David Carr, do New York Times [10/6/02].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem