Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > HOLLINGER INTERNATIONAL

Irmãos Barclay compram grupo do Telegraph

Por lgarcia em 20/01/2004 na edição 260

HOLLINGER INTERNATIONAL

O reinado de quase 20 anos do lorde Conrad Black à frente do Telegraph parece ter finalmente chegado ao fim no dia 18/1: os irmãos Barclay anunciaram a compra da Hollinger International, companhia dona do jornal, por 259 milhões de libras esterlinas.

O acordo põe fim à luta pela sobrevivência financeira de lorde Black, que ocorria desde outubro, quando seus acionistas o acusaram de irregularidades na administração de impostos. Faltando 10 horas para o anúncio dos Barclay, a comissão do Telegraph perdeu a paciência e tirou Black do posto de presidente. De acordo com Chris Tryhorn e Frank Kane [The Guardian, 18/1/04], o magnata já havia sido obrigado a pedir demissão do cargo de executivo-chefe da corporação em 17/11/03. Para piorar, a comissão da Hollinger informou que o está processando em 200 milhões de libras, encerrando o império de um dos barões da mídia mais polêmicos do Reino Unido.

Boas-vindas aos novos donos

Os jornalistas do Telegraph ficaram aliviados ao saber que os irmãos Barclay foram os vencedores na corrida pela compra do jornal britânico mais vendido entre os de formato tradicional (broadsheet). Após resolver questões burocráticas, espera-se que os Barclay assumam o controle do Telegraph no fim de fevereiro. Para The Economist [19/1/04], porém, o negócio está longe de ser fechado: as questões burocráticas podem se transformar em grandes entraves. No fim do ano passado o grupo perdeu a disputa pelo braço musical da Time Warner.

Os irmãos, aos quais a Economist atribui uma "natureza secreta" ? uma das poucas fotos dos dois foi tirada à saída do Palácio de Buckingham, quando receberam seus títulos de sir ?, já são donos de um diário e um semanário no Reino Unido. Nas palavras de Andrew Ross Sorkin e Geraldine Fabrikant [New York Times, 19/1/04], a construção de seu próprio império de mídia está bem adiantada, chegando a US$ 178 milhões. Filosoficamente, estão na mesma linha editorial do Telegraph.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem