Domingo, 24 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Italianos dizem ‘não’ à TV

Por lgarcia em 16/12/2003 na edição 255

TELETIPO

A ONG italiana Esterni organizou no dia 12/12 um boicote à televisão. Um acordo com museus, teatros, bares e outros estabelecimentos de entretenimento "ao vivo" garantia descontos às pessoas que portassem um controle remoto. A associação cultural organiza esse tipo de protesto há sete anos em Milão e, desde então, o número de pessoas que participam teria se multiplicado por 11. Desta vez, com abrangência nacional, o objetivo era conseguir pelo menos 400 mil adeptos. O slogan da campanha é simples: "a televisão é desagradável e ruim". Com informações do Guardian [12/12/03].

O Independent, primeiro grande jornal britânico a lançar versão tablóide paralelamente à edição broadsheet, pode estar se dando mal pelo pioneirismo. O Times, de propriedade de Rupert Murdoch, seguiu seus passos e já está vendendo mais que seu concorrente. Em novembro, o Independent teve uma venda de 47 mil exemplares tablóide por dia ? o que corresponde a cerca de 20% da circulação total. O Times registrou 69 mil no dia 5/12. "O Independent pode ser visto como uma vítima de seu próprio sucesso. Sei de um monte de pessoas que começaram a comprá-lo por causa do formato tablóide, mas que mudaram para o Times assim que ele saiu nessa versão". Murdoch admitiu à reportagem do Guardian [9/12/03] que estava satisfeito por seu concorrente ter tomado a iniciativa primeiro.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem