Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

PRIMEIRAS EDIçõES >

Mais invasão de privacidade

Por lgarcia em 13/06/2001 na edição 125

TELETIPO

A CNN e um casal de Montana, EUA, fecharam no mês passado acordo multimilionário sobre um processo iniciado há oito anos, informou a Associated Press [5/6/01]. Em 1993, a fazenda de Paul e Erma Berger foi invadida por agentes federais que buscavam evidências de que águias estavam sendo envenenadas ilegalmente. Uma equipe da TV acompanhou a invasão. Berger foi processado por violar as leis de proteção a pássaros, mas o juiz o absolveu da acusação de uso impróprio de pesticida. Depois do julgamento, a CNN usou partes das filmagens em reportagens sobre os esforços do governo para proteger espécies ameaçadas de extinção, e foi processada pelos fazendeiros por invasão de privacidade.

Há alguns meses o New York Times criou a seção Negócios mundiais na área de negócios e economia. Segundo Rob Walker [Slater, 6/6/01], a iniciativa parece seguir a tendência da mídia, que passou a dedicar mais espaço a finanças estrangeiras em tempos de globalização. No entanto, reclamou Walker, a maioria das notícias interessantes vindas do exterior continuam a fazer parte dos cadernos regulares de economia, deixando para os especializados em "negócios mundiais" informações irrelevantes, como o mercado de telefonia japonês, previsões pessimistas para a economia australiana e o crescimento das seguradoras holandesas.

Uma firma de consultoria americana divulgou, no dia 6, relatório com boas previsões para a indústria mundial de mídia e entretenimento nos próximos anos. Segundo a Reuters [6/6/01], os dados indicam que o investimento na área ? US$ 831 bilhões no ano passado ? deva atingir US$ 1,2 trilhão em 2005, apesar da incerta situação econômica atual e a volatilidade do setor de internet. "A tecnologia digital encaminhará esse crescimento", disse Mike Kelley, um dos autores do relatório da PricewaterhouseCoopers. Mesmo com a recente queda nos gastos em anúncios online, a firma prevê a duplicação desse número nos próximos cinco anos ? US$ 40 bilhões em 2000 para 90 bilhões em 2005. No mercado de conteúdo para TV prevê-se investimento de U$$ 168 bilhões em 2005 ? foram US$ 107 bilhões em 2000; para revistas, espera-se que os gastos pulem de US$ 84 bilhões para US$ 111 bilhões; nos jornais, de US$ 155 bilhões para US$ 197 bilhões.

    
    
                     

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem