Domingo, 24 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº992
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES > CAIXOTIM

Mercado de revistas em expansão

Por lgarcia em 03/10/2001 na edição 141

JORNALISMO FRANCÊS

Leneide Duarte, de Paris

Enquanto no mundo inteiro a imprensa escrita diária atravessa grave crise causada pelo aumento do preço do papel e pela retração do mercado publicitário, a imprensa semanal e mensal, pelo menos na França, parece ir muito bem, obrigada. A prova disso é o lançamento no dia 20 de setembro da nova revista do grupo Nouvel Observateur dirigida a um público que os jornalistas responsáveis estão chamando de "novas famílias". Mas o surgimento de Triba, o novo órgão do grupo, não é um fato isolado. Uma outra prova da vitalidade do jornalismo não-diário na França é a mudança de periodicidade da revista Challenges, que tem hoje tiragem de 260 mil exemplares. A revista ? que também pertence ao poderoso e rico grupo Nouvel Observateur e cobre principalmente o noticiário econômico ? era mensal e passou a quinzenal no início de setembro.

As novidades não param por aí. Até Catherine Deneuve saiu das telas do cinema para uma redação. A mais célebre atriz francesa resolveu virar dona de revista. Associou sua fama e prestígio ao grupo Emap-France e lança, em novembro, uma revista "dedicada à decoração e à art de vivre". Por enquanto, o nome dessa nova revista feminina ainda não está decidido. A atriz hesita entre Jade e Indigo, mas não exclui totalmente a hipótese de dar ao seu veículo o nome com o qual o projeto vem sendo chamado: Jag. O título que a maioria das leitoras em potencial consultadas gostaria de ver ? Tara ? não agradou a Catherine.

Com o lançamento de sua revista, Catherine Deneuve canaliza para o mundo da mídia impressa uma parte do prestígio que alcançou no cinema. A atriz é um desses fenômenos que já foram analisados por todos os ângulos. Recentemente, a revista de sociologia Tausend Augen dedicou-lhe um número especial. Nos diversos textos que publica, a revista descobre coisas surpreendentes sobre o mito Deneuve. Para o pesquisador Richard Dyer, a estrela é "um texto midiático, estruturado polissemicamente, conseqüência de um processo de construção cultural".

Outra revista, Psychologies, comemorava no último número uma tiragem de mais de 200 mil exemplares. Isso significa que triplicou suas vendas nos últimos três anos. Seu diretor Daniel Servan-Schreiber, em carta aos leitores, lembrava que a revista se dirige a um público sofisticado de mulheres bem-informadas, jovens e parte da elite intelectual: 54% das leitoras têm o terceiro grau, 37% são executivas e 78% têm menos de 49 anos.

Novas famílias

Entre as novidades da imprensa escrita, uma é fruto das grandes mudanças que a sociedade francesa vem observando nos últimos anos. Segundo pesquisa recente, mais da metade das crianças francesas nasce de pais não-casados, e um terço dos casamentos acaba em divórcio. Daí, a atualidade de Triba, dedicada às "novas famílias", segundo os responsáveis. A publicação começa a ser vendida com tiragem de 150 mil exemplares. "A nossa revista vai dar conselhos nas esferas da vida privada, educação, psicologia e também em questões de dinheiro", explica o jornalista Jacques Guérin, autor do projeto. Triba pretende preencher um espaço que estava vazio. Segundo o presidente-diretor-geral (PDG) do grupo Nouvel Observateur, Claude Perdriel, a nova revista se destina às tais "novas famílias": mulheres e homens que criam um ou mais filhos sozinhos; casais que criam filhos provenientes de diferentes casamentos; os casais não-casados no papel; os casais formados sob o regime conhecido como "pacs" (que não é um casamento, mas um contrato social) e, enfim, os casais de homossexuais.

Produzida por cerca de 20 jornalistas, Triba representa um investimento inicial de 2 milhões de dólares. O capital majoritário de Triba é do grupo Nouvel Observateur, que edita a revista do mesmo nome, além de Challenges. O grupo detém 65% e o idealizador da publicação, o jornalista Jacques Guérin, os 35% restantes. Os responsáveis pela revista esperam um equilíbrio financeiro dentro de um ano e prevêem um site na internet, sem data de lançamento.

CAIXOTIM

A empresa GMC Services, de seguro saúde, indicada pela Associação da Imprensa Estrangeira, em Paris, aos jornalistas estrangeiros, oferece apólice aos interessados em plano de saúde total, seguro de vida, repatriamento para quem ficar doente no exterior em cobertura jornalística etc. No item Garantia Segurança Viagem, a GMC diz que essa cláusula garante o seguro contra acontecimentos como seqüestro, extorsão de dinheiro ou detenção arbitrária. Detalhe: a GMC diz que essa cobertura é válida no mundo inteiro, salvo para a Colômbia, México e … Brasil. (L.D.)

    
                         

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem