Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Meu tio Adolf

Por lgarcia em 12/02/2003 na edição 211

TELETIPO

O canal britânico ITV planeja produzir longa-metragem sobre o caso de Adolf Hitler com sua sobrinha Geli Raubal no fim da década de 1920 e começo da década de 1930, quando ele ainda não chegara ao poder na Alemanha. A moça, que tinha metade da idade do tio, foi encontrada morta com tiro em seu apartamento em Munique em 1931. Tudo indica que Uncle Adolf ? assim se chamará o filme ? causará polêmica, segundo The Guardian [31/1/03]. Recentemente, projeto da BBC de recontar a juventude do líder nazista foi abandonado depois que o canal de TV a cabo americano FX, parceiro no projeto, desistiu da idéia por causa de críticas da mídia nos EUA.

A polícia da Estônia impediu que anúncio do centro judaico Simon Wiesentahl fosse publicado em jornal local oferecendo recompensa de US$ 10 mil para quem denunciasse criminosos de guerra nazistas escondidos no país. Porta-voz da polícia argumentou que a propaganda poderia gerar confusão, uma vez que trazia o contato da corporação que, no entanto, não oferecia dinheiro algum. O centro contestou a explicação e exigiu da agência publicitária encarregada que explicasse como as autoridades tiveram acesso ao material antes que fosse publicado. A AP [28/1/03] reporta que a campanha na Estônia faz parte da "Operação Última Chance", iniciativa para localizar os últimos criminosos nazistas ainda vivos.

Indianos radicados nos EUA se irritaram com artigo humorístico da revista americana Maxim que ridiculariza Mahatma Ghandi. O texto incita os leitores a "ensinarem a estes pacifistas uma lição sobre agressão", ao lado de 21 desenhos em que um homem musculoso espanca o líder indiano. A publicação já fez piadas deste tipo com Ghandi anteriormente. Organizações pacifistas querem que a Maxim se retrate, segundo India Express [29/1/03]. De acordo com a AP [31/1/03], a MTV americana enviou fax à imprensa pedindo desculpas pelo programa Clone High, USA, em que um clone de Ghandi aparece como alegre consumidor de fast food, depois que cerca de 150 advogados e ativistas protestaram diante de memorial ao líder.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem