Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1046
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

Mme. Xuxa, o tiro saiu pela culatra

Por lgarcia em 20/08/1999 na edição 73

 

Victor Gentilli

O boxe profissional brasileiro volta a ter um campeão mundial – o baiano Popó – anos depois de Eder Jofre. O campeão atingiu seu objetivo ao deixar seu adversário em coma. Só foi liberado do hospital no dia seguinte. Uma atividade cujo objetivo é destruir o adversário não pode ser considerada esporte.

O Observatório já tratou disso [veja remissão abaixo]. Na Espanha, o El País decidiu não noticiar as atividades do boxe profissional porque não o considera esporte. Seria muito pensar neste assunto no Brasil? Temos coisas mais sérias.

 

LEIA TAMBEM

Xuxa e o capitalismo


Mães-crianças


Glamou e miséria no país onde tudo pode

Xuxa volta a atacar, Sasha faz um ano

Boxe não devia ser considerado esporte

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem