Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > ÚLTIMAS DO DENUNCISMO II

Muamba na Marinha: Globo acerta na mosca

Por Alberto Dines em 20/06/1997 na edição 24

Mais uma vez a equipe do Jornal Nacional mostrou (segunda-feira, 16/6), como se faz jornalismo investigativo de resultados. A revelação de como navios de guerra em missão no exterior trazem para os tripulantes cargas de valor superior aos US$ 500,00 permitidos é um paradigma que merece ser examinado. Seus pontos fortes:

* Denunciados e implicados foram ouvidos ANTES pela reportagem.

* Depoimentos de acusados foram mostrados JUNTO com as denúncias.

* Trabalho de equipe, SEM VEDETISMO, envolvendo pelo menos meia dúzia de profissionais.

* Nenhum truque de edição – apenas som e imagens colhidos pelos repórteres.

* A revelação, seguramente originada numa denúncia, foi devidamente apurada e investigada dispensando-se a dramatização de “fontes misteriosas”.

* O desdobramento no dia seguinte seguiu os mesmos trâmites jornalísticos, sem tratamento para inchar a repercussão. O fato é, em si tão grave, que se tornou desnecessário magnificá-lo artificialmente.

* Não houve intenção prévia de atingir esta ou aquela autoridade. Nem de provocar uma CPI ou IPM. Apenas apontar a extensão do contrabando em nosso país.

A TV Globo não é uma ilha de excelência. Em todas as grandes redações brasileiras há outros profissionais sazonados, responsáveis, discretos e qualificados para fazer o mesmo.

O que falta é disposição empresarial para fazer jornalismo de qualidade.

Mande-nos seu comentário.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem