Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES >

Máximas mínimas para brindar no Natal

Por lgarcia em 19/12/2001 na edição 152

BOAS FESTAS

Carlos Vogt

** Os cientistas contemporâneos estão redescobrindo a linguagem analógica; por analogia, muitos continuam apenas digitais.

** A vida é um teatro e os papéis, além de mal distribuídos, não são impressos, mas virtuais.

** Sempre que não há dinheiro há alguém que nos quer tirá-lo a mais; sempre que há angústia e medo há alguém que nos quer aumentá-los com zelo; sempre que há fome e sede há alguém que nos quer, diligente, caçar.

** Se o temor do péssimo pode curar o pior, o pior curado não pode temer o melhor.

** Estamos diante da nova ciência como estiveram diante da velha, positivista, nossos ancestrais: deslumbrados e aflitos.

** O princípio da realidade insiste em nos alertar e em nos dissuadir da insistência em bater às portas do paraíso, surdas, porque etéreas.

** Roubamos aos deuses o fogo eterno de nossa provisoriedade.

** O homem é um ser social, mesmo que para isso precise destruir a sociedade que lhe dá razão de ser.

** O homem nasce naturalmente bom, ou virtuosamente mau; a sociedade o torna virtualmente ubíquo.

** A imagem substitui o texto, mas não tem como contar-se sem contexto.

** Num jornal antigo

da capital,

lia-se, com zelo,

no interior,

a previsão do tempo

transcorrido e mau

e era novidade

para o leitor.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem