Domingo, 20 de Agosto de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº954

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Nocaute da emissora

Por lgarcia em 06/06/2001 na edição 124

TELETIPO

A Federação Mundial de Luta-Livre (WWF) venceu o primeiro round na batalha legal contra o Conselho de Pais da Televisão (PTC), informou John Dempsey [Variety, 28/5/01]. Uma corte americana de Nova York ignorou o pedido do PTC de arquivamento do processo movido em novembro pela proprietária da WWF, World Wrestling Federation Inc., que alegou ter sido difamada pelo grupo de pais.

O Conselho acusou o programa WWF Smackdown!, transmitidos pela UPN, de causar a morte de quatro crianças entre 14 meses e 6 anos. As crianças mortas, diziam as cartas do PTC enviadas para arrecadar fundos, imitavam os lutadores da série. O juiz afirmou que o Conselho tem a liberdade de criticar em público, mas não com bases falsas e difamatórias.

O milionário publisher Feliz Dennis, famoso por seu passado rebelde, suas publicações ousadas e pelo caráter mulherengo, está plantando uma floresta de US$ 400 milhões no centro da Inglaterra e mudando de estilo, segundo Elizabeth Grice [Eletronic Telegraph, 29/5/01]. Milhares de árvores já foram plantadas e Dennis está adquirindo terras até que o espaço consiga abrigar as 12 milhões que pretende plantar. "Não vejo nada de estranho em ter tido uma vida cheia de drogas, sexo e rock’n roll e gostar de árvores", disse o publisher, dono da revista Maxim, que fala de sexo, esportes e mulheres. Aos 54 anos e considerado o 67? homem mais rico da Inglaterra, Dennis afirma que sua vantagem em relação aos outros grandes barões da mídia é que não se julga imortal. Mesmo que não seja na hora certa, deve abandonar tudo isso antes de se tornar "um velho triste", disse ele.

Catherine Betts, sucessora da consagrada editora-chefe da revista feminina americana Harper’s Bazaar, Liz Tilberis, foi demitida na última quinta-feira, 31 de maio. Betts falhou no desafio de desbancar a supremacia da Vogue, sua casa anterior. Um ano antes do término de seu contrato, Catherine será substituída por Glenda Bailey, editora-chefe da Marie Claire, disse Alex Kuczynski [The New York Times, 1/6/01]. Durante seus onze meses no cargo ela mudou três quartos da equipe, exigiu um novo design, criticado por modernizar o distintivo estilo das capas da revista, e mudou o logo. Seu principal passo, no entanto, foi tentar redirecionar a Harper?s para um público mais jovem, mas nem assim conseguiu levantar as vendas.

    
    
                     

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem