Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES > TIM LOPES (1951-2002)

Nota do Repórteres sem Fronteiras

Por lgarcia em 12/06/2002 na edição 176

TIM LOPES (1951-2002)

[4 de junho de 2002]

Repórteres sem Fronteiras manifestou sua preocupação com o desaparecimento de Tim Lopes, da TV Globo, durante um trabalho de investigação em uma favela do subúrbio do Rio de Janeiro. Restos humanos descobertos pela polícia, que talvez sejam do jornalista, estão sendo atualmente analisados. "As circunstâncias desse desaparecimento devem ser totalmente esclarecidas", declarou Robert Ménard, Secretário Geral de Repórteres sem Fronteiras. Em carta endereçada ao delegado Sérgio Falante, da 22a delegacia de polícia de Vila da Penha, responsável pela investigação do caso, a organização solicitou ser informada sobre o resultado das investigações.

De acordo com as informações obtidas por Repórteres sem Fronteiras, Tim Lopes, da TV Globo, desapareceu na noite de 2 de junho, quando preparava uma reportagem sobre as atividades dos traficantes de droga em Vila do Cruzeiro, no subúrbio de Vila da Penha (norte do Rio de Janeiro). Segundo a agência brasileira Estado, a polícia encontrou restos humanos carbonizados em um fosso de Vila do Cruzeiro. Os restos, que poderiam ser do jornalista, foram imediatamente encaminhados a um laboratório para que fosse efetuada uma análise de DNA. Os resultados deverão ser divulgados dentro de uma semana.

Tim Lopes foi até Vila do Cruzeiro para investigar denúncias feitas por moradores de Vila da Penha à TV Globo. Os moradores relataram a existência de festas promovidas por traficantes, durante as quais esses marginais atraíam novos clientes e cometiam abusos sexuais contra menores. Vila do Cruzeiro é uma das favelas do Complexo do Alemão, subúrbio carente do Rio de Janeiro, que se encontra nas mãos de traficantes de droga.

Em agosto de 2001, Tim Lopes tinha realizado uma série de três reportagens, "A Feira das Drogas", que recebeu o prêmio Esso Especial de Telejornalismo. As imagens, filmadas com uma câmera oculta, mostravam jovens oferecendo drogas aos transeuntes, em plena luz do dia, em uma das favelas do Complexo do Alemão. A Polícia Militar havia reforçado sua presença na região depois da difusão das reportagens na TV Globo.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem