Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1016
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

O Estado de S. Paulo

Por lgarcia em 03/10/2001 na edição 141

FSP & OESP, JUNTOS

"?Estado? e ?Folha? terão distribuição conjunta", copyright O Estado de S. Paulo, 28/09/01

"Dois dos mais importantes grupos de comunicação do País, Estado e Folha, anunciaram a criação da maior empresa de distribuição na área editorial na América Latina. Sob o nome S. Paulo Distribuição e Logística Ltda., o empreendimento conjunto vai unificar a distribuição dos jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo e de todos os produtos ligados aos dois grupos. O resultado será uma redução de 20% nos custos de cada exemplar entregue, além de uma melhora estimada de 30% nos índices de eficiência e qualidade da distribuição.

A nova empresa, que contará com igual participação dos dois sócios, será responsável pela entrega de mais de 1 milhão de exemplares de jornais por dia, consideradas também as outras publicações, como Jornal da Tarde e Agora São Paulo. De acordo com dados de julho do Instituto de Verificação de Circulação (IVC), o Estado tem circulação diária média de 337.182 mil exemplares e a Folha entrega 395.975 mil exemplares por dia. Na cidade de São Paulo, o Estado distribui cerca de 175 mil unidades, ante 169 mil da Folha. O Jornal da Tarde e o Agora São Paulo mantêm circulações médias, respectivamente, de 52.000 e 115.000 exemplares diariamente.

Para tornar viável a operação conjunta, a nova empresa terá de unificar os softwares responsáveis pela logística das entregas, os centros de distribuição e toda a estrutura de transportes. A transição só será completada em cerca de um ano. Até lá, segundo o diretor-superintendente do Grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, o processo será realizado em etapas, com início daqui a quatro meses. ?O importante é garantir a qualidade dos serviços durante a transição?, afirma.

Distâncias -Quando o serviço estiver totalmente estruturado, a frota da S. Paulo Distribuição e Logística cobrirá mais de mil municípios do País, chegando diariamente a cerca de 700 mil domicílios.

Para efetuar todas as entregas, serão percorridas todos os dias distâncias da ordem de 165 mil quilômetros, se considerado também o transporte aéreo.

Tudo em menos de três horas e meia de operação.

Os conteúdos editoriais, bem como as estratégias de circulação, permanecem independentes, conforme esclarecem os dirigentes de ambos os grupos. ?Há muito tempo o horário de entrega não é considerado um diferencial entre os jornais, já que é praticamente idêntico?, afirma Mesquita Neto. Para Luís Frias, presidente do Grupo Folha, a iniciativa será responsável pelo aumento da competitividade dos principais jornais paulistas. ?É do nosso interesse preservar a pluralidade de vozes da mídia brasileira?, diz.

O encarecimento do papel de imprensa, a retração do mercado publicitário e o aumento da competitividade no setor, com a entrada de novas empresas, foram fatores que influenciaram decisivamente na parceria, de acordo com os executivos. ?A conjuntura acabou corroborando uma idéia que já vinha sendo acalentada?, diz Frias.

Mesquita Neto conta que as conversas começaram no final do ano passado, motivadas pela possibilidade de baixar custos com a escala da operação. ?A maior dificuldade era o tratamento da confidencialidade dos dados das empresas?, prossegue. A solução encontrada, segundo o diretor-superintendente do Estado, foi a criação de uma empresa independente, com um conselho administrativo formado por dois representantes de cada grupo. O executivo-chefe da nova empresa será um especialista em logística contratado no mercado.

De acordo com Luís Frias, a estrutura da nova empresa permitirá a entrada de novos clientes, acompanhando o crescimento de segmentos em que há possibilidade de novas parcerias, como o comércio eletrônico. ?A nova empresa irá incorporar os serviços que os dois grupos já prestam para terceiros, se posicionando como um grande player nessa área.?

Mercado -O Grupo Estado possui produtos em diferentes segmentos do mercado de comunicação, como jornais impressos (Estado e Jornal da Tarde), Internet (Estadão.com e PlanetaImóvel), agências de notícias e informações eletrônicas em tempo real (Broadcast, Agrocast e Infocast , na Agência Estado), gráfica (OESP Gráfica), listas telefônicas (OESP Mídia Ltda.) e radiodifusão (Eldorado AM e FM). Também tem investimentos no setor de telefonia celular (BCP e BSE).

O conglomerado de mídia do Grupo Folha atua nos segmentos de jornal impresso (Folha de S.Paulo, Agora São Paulo, Valor Econômico e Alô Negócios), Internet (UOL, BOL, Zip.net e Folha Online), operações gráficas (Plural Editora e Gráfica e Centro Tecnológico e Gráfico da Folha), pesquisas de opinião (Datafolha) e produtos editoriais (Publifolha)."

 

"Folha e Estado criam empresa de distribuição", copyright O Globo, 28/09/01

"Os grupos Folha, que edita o jornal ?Folha de S.Paulo?, e Estado, que publica ?O Estado de S. Paulo?, anunciaram ontem que estão criando uma empresa de distribuição. A nova companhia, a São Paulo Distribuição e Logística Ltda, vai distribuir as publicações dos dois grupos e, no futuro, produtos de terceiros, inclusive artigos vendidos pela internet. A distribuidora deverá proporcionar redução de 20% nos custos por exemplar entregue e entrará em operação daqui a quatro meses.

Segundo o presidente do Grupo Folha, Luís Frias, a criação da empresa foi motivada pelo aumento no preço do papel jornal (indexado ao dólar), pela recessão econômica (que diminuiu o número de anúncios) e pelo aumento da concorrência no mercado de jornais em São Paulo, com a compra do antigo ?Diário Popular? – agora ?Diário de S. Paulo? – pela Infoglobo, que também edita os jornais O GLOBO e ?Extra?, no Rio.

O diretor-superintendente do Grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, afirmou que a independência editorial e comercial dos dois veículos estará mantida, assim como os dados estratégicos de cada assinante. Segundo ele, a nova empresa de logística foi inspirada no mercado americano, onde empresas concorrentes já imprimem e distribuem suas publicações.

– A parceria entre Estado e Folha envolve somente a distribuição. Redação e comercial continuarão operando de forma independente – disse Mesquita Neto.

– Continuaremos sendo concorrentes. Só não faz sentido termos dois caminhões passando duas vezes na mesma região para entregar jornais – completou Frias.

Distribuição unificada começará pelo interior

A implantação completa da nova empresa deverá estar finalizada em um ano. Luís Frias afirmou que a distribuição do jornal ?Valor?, parceria dos grupos Folha e Infoglobo, também será feita pela nova companhia, que terá atuação nacional, e não apenas em São Paulo. A unificação da distribuição das publicações começará pelo interior do estado.

De janeiro a agosto deste ano, o faturamento dos jornais brasileiros caiu 15% na comparação com igual período de 2000, devido principalmente à queda de publicidade, segundo Mesquita Neto. Segundo ele, a redução foi um dos fatores que motivou a associação com o Grupo Folha para criar a empresa."

***

"Folha e Estado apóiam abertura parcial do mercado", copyright Globo.com, 27/09/01

"Dirigentes dos grupos Folha e Estado afirmaram nesta quinta-feira que são favoráveis à abertura de até 30% do capital não-votante das empresas jornalísticas para grupos estrangeiros. Defenderam também a liberação de a exigência do capital social das empresas estar nas mãos de pessoas físicas, e não com pessoas jurídicas. O projeto de lei que altera a regulamentação do controle das empresas de comunicação aguarda votação no Congresso Nacional.

– A exigência de capital social para pessoas físicas é um anacronismo ultrapassado – disse Luís Frias, presidente do Grupo Folha.

Francisco Mesquita Neto, do Grupo Estado, disse que a empresa tem a mesma posição, que já foi acordada pelos integrantes da Associação Nacional dos Jornais."

    
    
                     
Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem