Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº954

PRIMEIRAS EDIçõES >   REVISTAS EM QUADRINHOS

O Estado de S. Paulo

Por lgarcia em 23/12/2003 na edição 256

ESTADÃO SEM MESQUITAS

“Grupo Estado conclui renegociação de dívida”, copyright O Estado de S. Paulo, 20/12/03

“O Grupo Estado anunciou ontem a conclusão da renegociação de sua dívida com bancos credores no mesmo momento em que seu principal executivo, o diretor-superintendente Francisco Mesquita Neto, que ocupava o cargo interinamente, comunica também a decisão de afastar-se do comando executivo da empresa, completando o modelo de gestão profissional, iniciado em abril deste ano.

Francisco Mesquita Neto continuará na presidência do Conselho de Administração do grupo e integrando, com outros membros da família Mesquita, comitês que formulam a orientação estratégica e editorial das empresas do grupo. Mas todos se afastam da gestão executiva do dia-a-dia. Só o diretor do Estado, Ruy Mesquita, permanece, porém como responsável pela formulação da opinião dos jornais do grupo.

?Viramos uma página na história do Grupo Estado. Estou feliz com o sucesso da negociação. Não houve redução da dívida, e a adequação se deu pelo alongamento dos prazos. A família Mesquita está saindo da função executiva-operacional, mas continuará acompanhando sistematicamente o andamento dos negócios e definindo as políticas e estratégias editoriais e empresariais?, afirmou Francisco Mesquita Neto, ao anunciar seu afastamento da direção operacional.

Até que a empresa de consultoria especializada contratada encontre um novo diretor-superintendente para dirigir o Grupo Estado, responderão interinamente pelo comando do grupo os diretores Célio Virginio dos Santos Filho e Elói Lacerda Gertel.

Resultados – ?Nossa previsão é de acabar o ano de 2003 com uma dívida líquida de R$ 290 milhões, receita bruta de R$ 740 milhões e geração de caixa acima de R$ 100 milhões. Esses resultados e a renegociação da dívida permitem adequar nossos compromissos à capacidade de geração de caixa?, afirma o presidente do Conselho. Com a expectativa de um crescimento mais vigoroso para a economia em 2004 ?será possível traçar um cenário ainda mais positivo para o grupo retomar sua trajetória de expansão nos próximos meses?, afirmou.

Reestruturação – O processo de reestruturação do Grupo Estado (O Estado de S. Paulo, Agência Estado, Jornal da Tarde, Rádio Eldorado, OESP Gráfica, OESP Mídia e Portal Estado) começou em 2001 e tomou corpo em abril de 2003 com a concepção de uma nova estrutura organizacional e criação de um comitê-executivo, que ?permitiu maior agilidade e qualidade no processo de decisão, por meio da integração de representantes de todas as áreas do grupo?. Foi constituído também um comitê de reorganização financeira – composto pelo ex-ministro do Desenvolvimento Alcides Tapias, o ex-diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Octávio Castello Branco e o advogado Roberto D?Utra Vaz – encarregado de liderar o processo de negociação da dívida e assessorar o Conselho de Administração. Esse comitê concluiu seu trabalho com a assinatura do acordo da dívida. ?Contamos também com a colaboração da empresa de consultoria Galeazzi & Associados, que ajudou na reestruturação organizacional do grupo e permanecerá trabalhando conosco até abril de 2004.

Não podemos deixar de expressar nossos agradecimentos aos executivos e funcionários pelo empenho e dedicação que nunca nos têm faltado?, conclui Francisco Mesquita Neto.”

“Francisco Mesquita deixa comando do Estadão”, copyright Meio & Mensagem (www.mmonline.com.br), 19/12/03

“O diretor-superintendente do Grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, afastou-se do comando executivo da empresa para dedicar-se à presidência do conselho de administração do conglomerado de mídia. Leia abaixo o comunicado emitido pelo empresário na tarde desta terça-feira, dia 19:

?O Grupo ESTADO concluiu a renegociação de sua dívida, o que lhe permite readequar seus compromissos à sua capacidade de geração de caixa e, somado à conclusão de seu programa de reestruturação organizacional iniciado em 2001, criará um cenário propício à recuperação, consolidação e fortalecimento de todos os seus negócios.

Com um sistema de governança corporativa moderno, o Grupo ESTADO iniciará o ano de 2004 focado em agilidade de decisão, na valorização de seus produtos jornalísticos, racionalização de custos, simplificação de etapas administrativas, modernização das operações industriais e de logística bem como no incremento de receitas.

O projeto de reestruturação financeira contou com a colaboração dos Srs. Alcides Tapias, Octavio Castello Branco e Roberto d?Utra Vaz que integraram o Comitê de Reorganização Financeira, constituído para assessorar os Conselhos do Grupo no processo de negociação com os bancos credores; foi importante também a contribuição dos nossos executivos e funcionários, cujo empenho e dedicação nunca nos têm faltado.

A profissionalização total das áreas de gestão da empresa, plano da família Mesquita, pode, agora, ser concretizada. Para completá-la, anuncio hoje a decisão de me afastar do cargo de Diretor Superintendente, que vinha ocupando interinamente desde abril deste ano, para dedicar-me às funções da presidência do Conselho de Administração.

As atribuições da Superintendência, até que se complete a escolha do novo Executivo Chefe, estarão sob a responsabilidade dos Diretores Eloi Lacerda Gertel e Célio Virginio dos Santos Filho, aos quais se reportarão os demais executivos da organização.

A família Mesquita, por meio dos Conselhos de Administração e Consultivo e do Comitê de Supervisão e Estratégias, continuará acompanhando, sistematicamente, o andamento dos negócios do Grupo e definindo as políticas e estratégias editoriais e empresariais. Ao Dr. Ruy Mesquita, continuará cabendo a responsabilidade pela formulação da opinião dos produtos jornalísticos do Grupo.

Importante registrar que O ESTADO DE S. PAULO foi apontado como o veículo impresso de maior prestígio em nosso país pela pesquisa do Instituto Troiano – Consultoria de Marcas, recentemente divulgada ao mercado. O índice de credibilidade alcançado, de 68 pontos, é superior aos obtidos pelos veículos que apareceram nas lideranças dos segmentos de revistas, de rádio e de televisão.

Esse reconhecimento, particularmente relevante para todos que aqui trabalham, confirma que nossos esforços continuam preservando e valorizando a imagem de nosso Grupo, sempre em linha com as diretrizes dos fundadores de ?A Província de São Paulo?, em 1875, que recebeu o nome de O ESTADO DE S. PAULO em 1879.

São Paulo, 19 de dezembro de 2003.

Francisco Mesquita Neto, Presidente do Conselho de Administração – S.A. O ESTADO DE S. PAULO”

“Francisco Mesquita deixa comando do Estadão”, copyright MM Online (www.mmonline.com.br), 19/12/03

“O diretor-superintendente do Grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, afastou-se do comando executivo da empresa para dedicar-se à presidência do conselho de administração do conglomerado de mídia. Leia abaixo o comunicado emitido pelo empresário na tarde desta terça-feira, dia 19:

?O Grupo ESTADO concluiu a renegociação de sua dívida, o que lhe permite readequar seus compromissos à sua capacidade de geração de caixa e, somado à conclusão de seu programa de reestruturação organizacional iniciado em 2001, criará um cenário propício à recuperação, consolidação e fortalecimento de todos os seus negócios.

Com um sistema de governança corporativa moderno, o Grupo ESTADO iniciará o ano de 2004 focado em agilidade de decisão, na valorização de seus produtos jornalísticos, racionalização de custos, simplificação de etapas administrativas, modernização das operações industriais e de logística bem como no incremento de receitas.

O projeto de reestruturação financeira contou com a colaboração dos Srs. Alcides Tapias, Octavio Castello Branco e Roberto d?Utra Vaz que integraram o Comitê de Reorganização Financeira, constituído para assessorar os Conselhos do Grupo no processo de negociação com os bancos credores; foi importante também a contribuição dos nossos executivos e funcionários, cujo empenho e dedicação nunca nos têm faltado.

A profissionalização total das áreas de gestão da empresa, plano da família Mesquita, pode, agora, ser concretizada. Para completá-la, anuncio hoje a decisão de me afastar do cargo de Diretor Superintendente, que vinha ocupando interinamente desde abril deste ano, para dedicar-me às funções da presidência do Conselho de Administração.

As atribuições da Superintendência, até que se complete a escolha do novo Executivo Chefe, estarão sob a responsabilidade dos Diretores Eloi Lacerda Gertel e Célio Virginio dos Santos Filho, aos quais se reportarão os demais executivos da organização.

A família Mesquita, por meio dos Conselhos de Administração e Consultivo e do Comitê de Supervisão e Estratégias, continuará acompanhando, sistematicamente, o andamento dos negócios do Grupo e definindo as políticas e estratégias editoriais e empresariais. Ao Dr. Ruy Mesquita, continuará cabendo a responsabilidade pela formulação da opinião dos produtos jornalísticos do Grupo.

Importante registrar que O ESTADO DE S. PAULO foi apontado como o veículo impresso de maior prestígio em nosso país pela pesquisa do Instituto Troiano – Consultoria de Marcas, recentemente divulgada ao mercado. O índice de credibilidade alcançado, de 68 pontos, é superior aos obtidos pelos veículos que apareceram nas lideranças dos segmentos de revistas, de rádio e de televisão.

Esse reconhecimento, particularmente relevante para todos que aqui trabalham, confirma que nossos esforços continuam preservando e valorizando a imagem de nosso Grupo, sempre em linha com as diretrizes dos fundadores de ?A Província de São Paulo?, em 1875, que recebeu o nome de O ESTADO DE S. PAULO em 1879.

São Paulo, 19 de dezembro de 2003.

Francisco Mesquita Neto

Presidente do Conselho de Administração

S.A. ?O ESTADO DE S. PAULO?”

 

O DIA SOB NOVA DIREÇÃO

“Fernando Teles é o novo diretor geral de O Dia”, copyright Meio e Mensagem, 15/12/03

“Quatro meses após a saída do vice-presidente Fernando Portella, a presidente do Grupo O Dia, Ariane de Carvalho Barros, anunciou na quarta-feira, dia 10, o executivo Fernando Teles como novo diretor geral de operações do jornal O Dia. Carioca de 36 anos e formado em Engenharia de Produção pela UFRJ, com MBA em finanças pelo Ibmec de São Paulo, Teles acabou sendo escolhido para a função através de um rigoroso processo de seleção conduzido pela consultoria em headhunting Spencer Stuart. Segundo Ariane, o perfil empreendedor de Teles acabou se sobrepondo ao fato de não ter experiência em empresas jornalísticas. ?Fernando é empreendedor, criativo, estratégico e focado em resultados. Com certeza nos ajudará a tornar O Dia cada vez mais competitivo?, disse Ariane.

A carreira profissional de Teles teve início em 1990 na então Andersen Consulting (atual Accenture), onde ficou até 1996, quando foi contratado pela Credicard. Seis meses depois, teve importante papel na elaboração da Redecard, empresa criada por Itaú, Citibank e Mastercard para realizar as operações de crédito e débito da bandeira Mastercard. Em 2000, foi para a Zipnet, na qual ficou até a venda da empresa para a Portugal Telecom. Nos últimos dois anos, vem se dedicando a negócios próprios como Notcom, Max Log e Spim Entretenimento, onde tem participações.

Teles começa a trabalhar na segunda-feira, dia 15, e responderá pelas áreas de marketing, circulação, distribuição, industrial/gráfica, administrativa e financeira. O departamento comercial continua sob a tutela de Paulo Fraga, que se reporta diretamente a Ariane de Carvalho Barros. ?Confiamos ao Teles a tarefa de conduzir as mudanças que planejamos para o próximo ano?, disse Ariane, que garante manter o posicionamento do jornal junto à classe C.

A presidente do Grupo O Dia também anunciou dois novos integrantes do conselho administrativo da empresa: Sidney Basile, superintendente do Grupo Exame, da Editora Abril; e Luiz Antonio Viana, ex-presidente da Net Serviços.”

 

REVISTAS EM QUADRINHOS

“Negócios que não estão no gibi”, copyright Meio e Mensagem, 15/12/03

“A Mauricio de Sousa Produções, responsável pela criação das estórias em quadrinhos da Turma da Mônica, anunciou na semana passada que está reestruturando sua área administrativa com o objetivo de desenvolver novas plataformas de divulgação de personagens e, indiretamente, alavancar a venda de produtos licenciados. ?O principal negócio da empresa é o licenciamento, que se viabiliza a partir da exposição dos personagens. Como ganhamos um percentual das vendas pelo uso da imagem de nossos personagens (royalties), se nossos clientes venderem mais, nosso faturamento também cresce?, diz Antônio Caminha, contratado há três meses como diretor executivo.

?Já fizemos filmes (o último há 17 anos), comerciais e pequenos desenhos para TV. Mas os projetos eram sempre pontuais e acabavam não tendo continuidade. O que queremos agora é montar uma estrutura capaz de dar sustentação a projetos em novas plataformas de mídia. Estamos planejando?, diz Mauricio de Sousa, dono da empresa.

Entre os principais projetos em andamento estão cinco filmes para cinema; um programa educativo de televisão, para crianças em idade pré-escolar; uma superprodução de teatro, que deverá viajar pelo País; e a intensificação da divulgação do Instituto Cultural Mauricio de Sousa. A maioria dos projetos será viabilizada através de leis de incentivo à cultura e de parcerias.

O primeiro filme a ser lançado será A turma da Mônica vai ao cinema, ainda em duas dimensões, com data de estréia prevista para julho de 2004, em 250 salas de cinema. A negociação com os distribuidores ainda está em andamento. A partir daí, os quatro filmes seguintes utilizarão técnicas de animação computadorizada semelhantes às vistas em Nemo e Shrek. Já a peça de teatro, com estréia prevista para outubro do próximo ano, deverá ser feita em parceria com algum grupo teatral de renome. Para TV, a meta é estar em emissoras educativas e em uma das grandes abertas. A coordenação de todos esses projetos ficará a cargo do diretor e produtor José Amâncio, ex-Globo.

Na área comercial, também houve mudanças. Responsável pela administração dos contratos com cerca de 300 empresas licenciadas, o departamento receberá a colaboração direta de David Diesen Druck, executivo com passagens pela Redibra e pela Disney. ?Do ponto de vista comercial, queremos mudar nossa relação com o mercado e ser pró-ativos. Historicamente, até pela atração que os personagens exercem, o departamento comercial se envolvia mais com a administração dos contratos e a avaliação de propostas de negócio?, diz Caminha.

De acordo com o executivo, a área financeira e administrativa também fará contratações, ainda indefinidas. O único setor que praticamente permanecerá sem alterações é o de geração de conteúdo editorial – recentemente, parte dos profissionais da área foi terceirizada, sem que nenhum fosse dispensado, segundo Mauricio de Sousa.

Entre as novidades está ainda o lançamento de personagens que representem minorias, como um paraplégico inspirado no cantor Herbert Viana, da banda Paralamas do Sucesso, e um casal de crianças índias, os Amazônicos. Outra meta da reestruturação é a expansão no mercado externo. Atualmente, a empresa está presente em apenas seis países. Em dois anos, quer estar em 40, oferecendo todos os produtos do novo pacote. ?Já estivemos em 25 países no passado, mas perdemos espaço por falta de desenhos animados?, diz Sousa. ?Estamos desenvolvendo um forte trabalho junto ao Itamaraty e às embaixadas brasileiras em diversos países.?

Os motivos que levaram à reestruturação, segundo Caminha, estão ligados à perpetuação da empresa e ao aumento dos lucros, não a problemas financeiros, de queda de vendas ou a investidas da concorrência. O executivo diz que o faturamento da empresa e o mercado de quadrinhos, principal plataforma de divulgação dos personagens, permaneceram relativamente estáveis nos últimos três anos. Mas os custos de serviços e impostos vêm crescendo no período, o que poderia dificultar o gerenciamento do negócio a longo prazo. Com a reestruturação, a empresa espera dobrar o faturamento atual (não revelado), em quatro anos.”

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem