Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > PRÊMIO BARBOSA LIMA SOBRINHO

O prazo é 10 de setembro

Por lgarcia em 15/08/2001 na edição 134

PRÊMIO BARBOSA LIMA SOBRINHO

Terminam no próximo dia 10 de setembro as inscrições já abertas para o Prêmio Justiça Federal de Imprensa Barbosa Lima Sobrinho. Podem concorrer todos os jornalistas que redigiram matéria, editorial ou reportagem entre 6 de junho de 2000 e 6 de junho de 2001, cujo tema seja a Justiça Federal. O total de prêmios em dinheiro será de R$ 18 mil.

Serão escolhidas as três melhores matérias e os vencedores receberão diploma, medalha e a importância em dinheiro de R$ 8 mil para o primeiro colocado, R$ 6 mil o segundo e R$ 4 mil para o terceiro. Os veículos de comunicação que publicaram as matérias selecionadas serão agraciados com um diploma e estatueta símbolo da Justiça.

As inscrições podem ser feitas pelo próprio candidato ou representante legal, por protocolo ou via postal, remetidas mediante aviso de recebimento ao Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal, no endereço SEPN 510, lote 8, bloco C, Edifício Conselho da
Justiça Federal, CEP 70.750-535, Brasília/DF. As inscrições via postal deverão ser postadas até o último dia do prazo de inscrição.

No ato da inscrição deverá ser apresentado o currículo resumido do autor ou de todos, no caso de co-autoria. Além disso, seis cópias do trabalho com o qual deseja concorrer, em que constem o nome do autor, título do trabalho, nome do órgão de divulgação e data da publicação. As matérias não assinadas poderão ser enviadas pelos editores dos veículos de comunicação, observando o mesmo número de cópias. O candidato deverá enviar também o número da conta-corrente, agência e banco indicado para o pagamento do prêmio.

Os critérios para a escolha dos melhores trabalhos serão os seguintes: contribuição para o conhecimento da sociedade sobre as funções constitucionais da Justiça Federal, o nível de pesquisa demonstrado, a fidelidade aos fatos descritos e o uso adequado da linguagem na
redação das matérias. Os resultados serão apresentados em até 60 dias após o término das inscrições.

A avaliação dos trabalhos será feita por uma comissão julgadora presidida pelo Coordenador-Geral da Justiça Federal e mais cinco membros: um de livre escolha do Presidente do Conselho da Justiça Federal e mais um de cada uma das entidades: Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Federação Nacional dos Jornalistas Profissionais (Fenaj), Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert) e Associação Nacional dos Jornais (ANJ).

    
    
              

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem