Domingo, 17 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1063
Menu

PRIMEIRAS EDIçõES >

O vestibular do pequeno Blair

Por lgarcia em 06/02/2002 na edição 158

TELETIPO

A Press Complaints Comission (Comissão de Reclamações da Imprensa) considerou culpados o Daily Telegraph e o Daily Mail por publicarem que Euan, 18 anos, filho do premiê britânico, Tony Blair, inscreveu-se no processo de seleção do Trinity College, de Oxford. Blair e a mulher, Cherie, fizeram queixa à PCC, por "intromissão indevida". O Telegraph alegou que não teve má intenção e que o fato era de relevância pública, porque havia um debate sobre os processos de admissão em Oxford e Cambridge, e ainda porque o casal Blair é amigo de um ex-diretor do Trinity College. As informações são do Daily Telegraph [29/1/02].

O New York Daily News (29/01/02) informa que, para contornar a crise do mercado de mídia, as revistas americanas Elle e Elle Decor publicarão conjuntamente encarte especial sobre casamentos, que acompanhará as revistas em março e abril. Das 116 páginas da revista especial, que se chamará Ultimate Weddings, 60 serão de publicidade, gerando receita de mais de US$ 1 milhão."É algo que deveríamos ter feito há muito tempo", diz Carl Portale, diretor de publicação das revistas. "Provavelmente faremos de novo em novembro, dezembro ou janeiro", antecipa. Estimativas indicam que 47% das leitoras da Elle e 28% das da Elle Decor são solteiras.

Os Jogos Olímpicos de Inverno em Salt Lake City deverão ser cerca de 25% mais lucrativos para a rede de TV NBC do que os Jogos de Verão de Sydney, em 2000. A diferença se deve ao problema do fuso horário. O presidente da rede, Randy Falco, disse à Reuters (29/1/02) que 98% das cotas de patrocínio, que totalizam US$ 720 milhões, já foram vendidos. É o volume mais alto negociado em todas as Olimpíadas. Como o custo da cobertura está estimado em US$ 645 milhões, a operação deverá trazer cerca de US$ 75 milhões de lucro.

Rampart é o nome de uma delegacia de Los Angeles que em 1999 se envolveu num escândalo de abuso de poder, que custou milhões de dólares em indenizações. A Reuters (28/1/02) informa que, a pedido do Departamento de Polícia da cidade, a rede de TV FX não usará o nome Rampart em sua nova atração, um seriado sobre policiais que "cruzam a linha entre o bem e o mal diariamente". O nome agora é The shield (o escudo). A FX alega que o motivo da troca é uma pesquisa de opinião. É comum que as séries de ficção americanas mudem de nome em sua fase de produção, mas não quando já há comerciais passando na TV, como aconteceu com The shield.

Todos os comentários

Siga o Observatório da Imprensa
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade | Termos de Uso
x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem