Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

PRIMEIRAS EDIçõES > tão zelosos em matéria de transparência e bons costumes, aceitem conviver com infrações tão flagrantes

Ora, pois.com & tutti buona gente.com

Por lgarcia em 28/02/2001 na edição 110

ARTIGO 222

Alberto Dines

Em seguida aos comentários deste Observatório ao anúncio da parceria da globo.com com a Telecom Italia (quando foram igualmente focalizadas as diversas operações internacionais do Grupo Folha) fomos "demitidos" do UOL. Antes, este Observador já havia sido demitido da Folha de S.Paulo por veicular "notícias inverídicas" aqui neste site. Todas confirmadas e avalizadas por sentença judicial [veja remissões abaixo]. Agora não há como demitir ou punir. A não ser decretando maior rigor na "lista negra".

Qualquer que seja o castigo não se conseguirá esconder que as empresas jornalísticas – as únicas cujo funcionamento é protegido pela Constituição – estão violando a própria Carta Magna que tanto as privilegia. É incompreensível que os lobbies da mídia não consigam apressar a tramitação do PEC (Projeto de Emenda Constitucional) que dá nova redação ao artigo 222 – já aprovado com folgada maioria na Comissão Especial.

É vexatório assistir como as empresas de mídia e os respectivos veículos, tão zelosos em matéria de transparência e bons costumes, aceitem conviver com infrações tão flagrantes. Se a complacência ainda não afeta os seus negócios, vai mexer com eles logo adiante, quando a questão da credibilidade da mídia entrar na pauta do debate nacional.

Leia também

tutti buona gente pontocom – Alberto Dines

Dossiê Artigo 222

Quem será o dono?

O que diz o artigo 222

Emenda propõe suprimir artigo 222

Que venha a Time! Para acabar com o 222

As últimas do Projeto Folha: parceria estrangeira

Artigo 222, a peneira

Artigo 222 : debate no rádio

Folha-Time: jornalismo 3S em versão brasileira (novo drible no Artigo 222)

Mais uma burla ao Artigo 222

Enquanto isso, o PEC 455/97 foi arquivado. E a mídia nem reparou.

Emenda ao Artigo 222

Crise nos jornais: sombras e esperança

Suprima-se o 222

Transparência que falta

Aloysio Nunes Ferreira

Volta ao índice

Imprensa em Questão – próximo texto

Imprensa em Questão – texto anterior

Mande-nos seu comentário

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem