Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

PRIMEIRAS EDIçõES > TELETIPO

Passaralho no Independent

Por lgarcia em 23/12/2003 na edição 256

TELETIPO

Sir Tony O?Reilly, dono da Independent News & Media, deve demitir 600 pessoas de sua empresa em todo o mundo. O gesto faz parte do programa de reestruturação de 38 milhões de libras esterlinas. O anúncio foi um banho de água fria na moral da companhia, dona do Independent, Independent on Sunday e Belfast Telegraph. O corte, de acordo com Chris Tryhorn [The Guardian, 18/12/03], reduzirá em 5% o número de funcionários da empresa, gerando economia de 13 milhões de libras esterlinas. No dia 18/12, o Independent celebrou o prêmio What the Papers Say, na categoria editor do ano, pela decisão de Simon Kelner de fazer a versão tablóide do jornal, que aumentou em mais de 20% as vendas.

O sítio Honest Reporting [15/12/03] denunciou os principais meios de comunicação por julgaram que, como já faz um tempo que um homem-bomba palestino não concretiza seus planos, Israel agora está em um "período de relativa calma". Foi o caso do Christian Science Monitor, da BBC e da Reuters. Segundo o sítio, as colocações são errôneas por inferir que terroristas palestinos deram uma "trégua pacífica". Na verdade, as Forças de Defesa de Israel (IDF, sigla em inglês) afirmam que houve mais de 25 tentativas de explosões de bomba suicidas nas últimas semanas. "Tentativas de bombardeio frustradas não fazem manchetes", ironiza o Honest Reporting.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem