Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

PRIMEIRAS EDIçõES >   FUSÃO SONY / BERTELSMANN

Público

Por lgarcia em 20/01/2004 na edição 260

AL JAZEERA / BBC

“A TROCA: Chefe de Redacção da Al-Jazeera Vai para a BBC”, copyright Público (www.publico.pt), 17/01/04

“O chefe de redacção da Al-Jazeera pretende deixar a estação televisiva e juntar-se à BBC londrina, onde irá participar durante dois anos num projecto para o desenvolvimento dos ?media? em países árabes como o Iraque, Síria, Líbano, Egipto e Marrocos. Ibrahim Hilal, que acompanhou o lançamento da Al-Jazeera em 1996, ascendeu ao cargo de chefe de redacção em Julho de 2001 e supervisionou o trabalho do canal árabe durante os ataques militares no Afeganistão e no Iraque. A atenção dada pela Al-Jazeera aos vídeos de Bin Laden e da Al-Qaeda foram, aliás, objecto de fortes críticas por parte das autoridades norte-americanas. ?Sinto que fiz um muito bom trabalho na Al-Jazeera?, disse o jornalista à agência AP, acrescentando que neste momento sente-se ?exausto?. Um porta-voz da estação árabe adiantou que o pedido de demissão de Hilal ainda não tinha sido oficialmente aceite.”

 

FUSÃO SONY / BERTELSMANN

“Sony e Bertelsmann apresentam planos de fusão à União Européia”, copyright Cidade Biz (www.cidadebiz.com.br), 15/01/04

“As multinacionais das telecomunicações Sony (Japão) e Bertelsmann (Alemanha) apresentaram esta semana os planos de fusão de seus departamentos musicais à União Européia (UE) para aprovação, informaram fontes ligadas à empresa alemã em Guetersloh.

A autoridade européia antimonopólio vai analisar durante as próximas quatro semanas se a decisão destas companhias realizarem uma fusão é compatível com a legislação da comunidade européia.

Enquanto isso, a Sony e a Bertelsmann apresentam a proposta às autoridades anticartel dos Estados Unidos com o mesmo objetivo. Com este anúncio à União Européia e aos EUA, as duas gigantes do setor dão início à primeira fase do processo de fusão, divulgado no dia 12 dezembro.

A futura empresa se chamará Sony BMG, terá sua sede em Nova York e as duas companhias terão a mesma participação nela. Seu principal objetivo será ganhar terreno frente à líder mundial Universal Music.

A indústria fonográfica está atravessando um momento difícil no mercado devido à proliferação de cópias de discos pirateadas e à divulgação de gravações pela internet.”

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem